Dívida de clientes à ENDE em Viana ascende seis mil milhões de kwanzas
18-05-2018 | Fonte: Angop
A dívida global dos clientes de todos os segmentos de tarifários da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade, a nível do município de Viana, ascende os seis mil milhões de kwanzas, informou hoje, sexta-feira, na capital angolana, o chefe do departamento comercial da circunscrição, Lucas Machado.

Segundo o responsável, que falava à Angop, em Viana, os referidos segmentos são empresas, baixa tensão, doméstico, baixa renda e tarifa social, cujas dívidas se acumulam há vários anos.

Lucas Machado adiantou que os maiores devedores são os particulares e que se encontram nos bairros da Boa Fé, Vila de Viana, Vila Nova, dentre outros.

“Temos assistido alguma resistência por parte de alguns clientes, muitos alegam que na conjuntura actual que o país vive, não têm condições de saldar a dívida”, afirmou.

Explicou que a dívida traz vários constrangimentos à ENDE, quer a nível do fornecimento, porque existem algumas despesas, custos fixos e variados, como a nível da exploração.

“A nível da exploração temos inúmeros prejuízos uma vez que temos de comprar acessórios de reposição da rede, para reparação de avarias e manutenção dos activos da rede”, disse.

Para se ultrapassar essa situação, Lucas Machado destacou que a ENDE tem notificado os clientes devedores através de vários mecanismos e procura achar uma solução negociada, mas, como medida de recurso, caso não haja uma resposta satisfatória daqueles, a empresa passa para o corte do fornecimento.

“Feito o corte, para voltar a ter energia esse cliente, além da dívida, é obrigado a pagar os encargos de religação”, frisou.

Na mesma senda, disse que, nalguns casos, em que os clientes infringem a lei, como a violação da rede, esses são também obrigados a pagar uma multa por fraude.

A ENDE controla actualmente, no município de Viana, 49 mil clientes no segmento pré-pago e 127 mil no pós-pago.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação