Cabinda: População aconselhada a não consumir carne de caça devido a Ébola
24-05-2018 | Fonte: Angop
Entidades sanitárias da província de Cabinda recomendam às populações para se absterem do consumo de qualquer tipo de carne de caça de origem duvidosa, enquanto persistir o surto de Ébola na vizinha República Democrática do Congo.

O alerta é do supervisor Provincial da Vigilância Epidemiológica da Secretaria provincial da Saúde em Cabinda, Domingos Casimiro, que avança ser uma medida preventiva e importante, tendo em conta as várias formas de contágio dessa doença hemorrágica.

O apelo está a ser lançado em encontros que se realizam ao longo das fronteiras comuns de Massabi (RC), Yema e Chimbuandi (RDC) bem como nos postos de travessia com os dois congos.

"Enquanto durar o surto de Ébola na RDC, apelamos a população para abster-se do consumo de todo tipo de carne de caça por haver animais que também podem contrair essa doença e contaminar pessoas", explicou.

As medidas preventivas impostas ao longo das fronteiras indicam que todo o cidadão proveniente da RDC ou via Congo Brazaville para o território nacional através das fronteiras terrestres e marítimas, com suspeitas ou sintomas de febres, deverá ser diagnosticado pelas autoridades sanitárias e, caso hajam sinais, esta pessoa é logo encaminhado para a área de quarentena.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação
Foto-Destaque
Foto-Destaque
Questionário