José Eduardo dos Santos foi enganado algumas vezes por alguns colaboradores seus – Luzia Inglês
02-09-2018 | Fonte: Correio Kianda / Angop

A transição da presidência do MPLA, de José Eduardo dos Santos para João Lourenço, a efectuar-se no dia 8 do corrente mês, está a decorrer sem turbulencia, considerou a secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), Luzia inglês “Inga”, que garantiu a Radio Nacional, que vai votar em João Lourenço.


“Quando há mudanças, há progressos, há desenvolvimento, há evolução. Logo, cada pessoa que assumir uma nova responsabilidade pode trazer consigo novos métodos, novas fórmulas, novas actuações e melhoria de alguns aspectos na actuação da nossa conduta”, afirmou em entrevista à Rádio Nacional de Angola (RNA) quando falava sobre o congresso extraordinário do MPLA.


Questionada se a transição não trará turbulência ou conflitos internos no MPLA, Luzia Inglês descartou essa possibilidade, porquanto a realidade demonstra o contrário.


Luzia Inglês falou também do desempenho de José Eduardo dos Santos quer a nível do partido, como da República de Angola, onde “foi enganado algumas vezes sobre muitos aspectos, sobretudo na execução de muitos programas que deveriam ser feitos e que bem pensados, aprovados e orientados, nem sempre foram cumpridos”.


Segundo Luzia Inglês, José Eduardo dos Santos, como não podia governar sozinho, foi confiando em algumas pessoas, mas muitas vezes foi defraudada a expectativa.


O congresso extraordinário acontece no próximo sábado e decorrerá sob o lema “MPLA com a força do passado e do presente, construamos um futuro melhor”, tem como finalidade a eleição do presidente do partido, assim como o reforço da unidade, coesão e do papel de liderança do MPLA na sociedade angolana, e não só.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação