PR exonerou seis governadores provinciais
12-09-2018 | Fonte: NJ

O Presidente da República exonerou hoje os governadores provinciais do Bié, da Lunda Sul, do Cunene, do Huambo, da Huíla e do Zaire.


De acordo com uma nota da Casa Civil do Presidente da República, na mesma ocasião, para os lugares de Álvaro Manuel Boavida Neto, no Bié, foi nomeado Pereira Alfredo, na Lunda Sul, Daniel Félix Neto ocupa o lugar deixado vago por Ernesto Kiteculo e no Cunene, para o lugar de Kundi Paihama vai Virgílio Tyova.


No momento em que João Baptista Kussumua sai do cargo no Huambo, entra Joana Lina Cândido, na Huíla o senhor que se segue a João Marcelino Typinge é Luís Fonseca Nunes e no Zaire quem vai ocupar o lugar até aqui sob a responsabilidade de José Joana André é Pedro Makita Júlia.


Sai de cena um dos mais resilientes governantes angolanos


Com esta decisão de João Lourenço, sai de cena - pelo menos para já - um dos mais antigos governantes angolanos em exercício de funções: o general Kundi Paihama.


Aos 74 anos, Kundi Paihama deixa o cargo de governador provincial do Cunene, que ocupava desde 2016, para onde transitou de posto semelhante no Huambo, quase em simultâneo com a não inclusão do seu nome nos novos membros do secretaria do Bureau Político do MPLA.


Sendo um dos mais antigos dirigentes angolanos, a exoneração de Paihama emerge desta lista como a mais sonante, até porque a sua entrada na política aconteceu no longínquo ano de 1976, pouco depois da independência nacional, como coordenador das províncias do Huambo e do Bié.


Em 1979 assume a pasta de ministro do Interior e, desde então, teve nas mãos a tutela da Segurança do Estado, e, entre outros cargos de confiança política, da Defesa Nacional e dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria.


Governou as províncias de Luanda, Huíla e Benguela, para além da do Cunene, de onde é natural.


O grau de general foi-lhe concedido em 1992.


Para além da política, Kundi Paihama é também conhecido pelo seu lado de empresário, com destaque para o sector agro-pecuário.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação