Respostas Rápidas: Que acordos Angola assinou com a China?
10-10-2018 | Fonte: JE

Angola é o segundo maior parceiro comercial da China, apenas superado pela África do Sul. Esta terça-feira, o presidente de Angola, João Lourenço, iniciou uma visita oficial de dois dias à China, a fim de obter mais financiamento e assinar quatro acordos jurídicos com o governo chinês. Saiba o que vai mudar nas relações sino-angolanas.


Angola e China assinaram um acordo para evitar a dupla tributação nas transações comerciais, o que se prevê que contribua para o aumento das trocas comerciais entre os dois países. Com este acordo, os dois países vão evitar casos em que o rendimento dos cidadãos seja tributado duas vezes, ficando este apenas sujeito ao regime fiscal do seu país de residência.

Acordo de Cooperação Económica e Técnica


O chefe de Estado angolano, João Lourenço, solicitou que Angola e a China reativem a Comissão Orientadora para a cooperação económica e comercial. João Lourenço considera que a medida é de “extrema importância”, tendo em conta que este organismo permite fazer uma coordenação e acompanhamento efetivo de todos os aspetos da cooperação económica bilateral.


Acordo sobre a Linha de Crédito


Os dois países assinaram também um acordo para uma nova linha de crédito a ser disponibilizada pelo Banco de Desenvolvimento da China ao governo angolano. O montante emprestado pode chegar a 16,5 mil milhões de euros em linhas de financiamento internacionais para projetos no país, a maior parte junto de instituições bancárias chinesas.


Memorando de Entendimento sobre os Recursos Humanos


Os dois países assinaram ainda um memorando de entendimento para formação de recursos humanos. No programa para esta quarta-feira, último dia da visita de João Lourenço à China, está prevista uma deslocação ao Centro Tecnológico da Huawei e visitas a empreendimentos diversos na cidade de Tianjin.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação