Angolanos obtêm a nota máxima para o mestrado
23-10-2018 | Fonte: JA

Dois jovens angolanos licenciados em Psicologia Clínica, do Trabalho e das Organizações foram os melhores classificados nos testes de admissão ao curso de mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, na Universidade Católica do Porto (Portugal).


Trata-se de Manuel Armando Dala e Evanilse Cláudia dos Santos, licenciados em Psicologia Clínica, do Trabalho e das Organizações pela Universidade Católica de Angola.


A informação foi avançada ontem pela decana da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica de Angola, Ana Bela Loureiro, quando falava ao Jornal de Angola à margem do primeiro Simpósio Nacional de Psicologia, encerrado sábado, nas instalações do Instituto Superior Dom Bosco (ISDB), em Luanda. Ana Bela Loureiro disse que os dois estudantes foram admitidos com valores acima dos 17, tendo Manuel Dala ficado em primeiro lugar e Evanilse Cláudia em segundo, num grupo de vários candidatos ao curso de mestrado.


Nos dois dias de simpósio, profissionais de Psicologia, estudantes e membros da sociedade civil debateram vários temas como “O suicídio e as suas consequências”, o “Impacto psicológico e marcas duradouras da fuga à paternidade”, “Desigualdade de género: caso do Uíge”, “Desmaios colectivos em escolas do ensino secundário, o “Êxodo de mulheres do planalto central para Luanda” e o “Mercado informal”.


Decorrido sob o lema “A psicologia face aos problemas sociais em Angola”, o simpósio foi organizado com o objectivo de analisar e incentivar académicos e investigadores a intensificarem a realização de estudos à volta da identificação de fenómenos sociais na sociedade angolana, propondo soluções.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação