Estado injecta mais 230 mil milhões Kz no BPC em 2019
01-02-2019 | Fonte: Expansão

O Estado vai injectar este ano mais 230 mil milhões Kz no Banco de Poupança e Crédito (BPC), elevando para 799 mil milhões os valores injectados na instituição até ao final de 2019, entre aumentos de capital e compra de crédito malparado, de acordo com o Plano Anual de Endividamento 2019 a que o Expansão teve acesso.


Dos 230 mil milhões Kz a injectar este ano, 180 mil milhões Kz destinam-se a recapitalizar o BPC e 50 mil milhões Kz à Recredit para compra de crédito em incumprimento concedido pelo banco. A Recredit é uma entidade pública especializada na recuperação de crédito malparado designada no jargão económico por "banco mau".


Criada inicialmente para comprar apenas crédito do BPC, viu a sua actividade alargada a todo o sistema bancário angolano. Mas por imposição do Fundo Monetário Internacional (FMI) vai novamente recentrar-se apenas no BPC até Março.


Em despacho publicado no Diário da República de 31 de Janeiro, o Presidente da República já autorizou a ministro das Finanças a realizar duas emissões: uma de 100 mil milhões Kz para o BPC e outra de 30 mil milhões Kz para a Recredit, ambas a 4 anos e com uma taxa de juro de 16,5%.


Estas condições são diferentes das avançadas pelo PAE 2019 que fala em emissões de 180 mil milhões e 50 mil milhões, respectivamente, ambas com maturidade de 10 anos e uma taxa de cupão de 7,5%, sem especificar se as emissões seriam únicas ou por tranches.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação