“Jarda” deixa kudurista Samara de cama
19-06-2019 | Fonte: JA

A kudurista Samara Panamera, uma das mais excêntricas artistas do estilo kuduro, foi recentemente operada a uma das nádegas, como consequência do uso de “jarda”, nome dado ao recurso a cirurgia e injecções que deixam partes do corpo humano mais avantajadas.

A cantora encontra-se no momento em casa, mas deve voltar ao hospital a qualquer momento para operar a outra nádega, que também ficou infectada. Informações pos-tas a circular na Internet avançam que Samara não operou a outra nádega por falta de dinheiro.


Não se sabe, até ao mo-mento, se a operação já feita consistiu na remoção da ná-dega ou se apenas na extracção de secreções que normalmente se formam na região alterada pela jarda.
Uma fonte próxima da cantora garantiu ao Jornal de Angola que, apesar de tudo, o estado de saúde da kudurista é estável.

“Não é verda-de que a Samara esteja em coma”, realçou, para acrescentar que as informações erradas sobre o estado de saúde da cantora, que estão a ser veiculadas por alguns órgãos de comunicação, estão a deixar a família da artista muito abalada.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação