Sector eléctrico pode atingir 600 MW de energia solar até 2022
10-09-2019 | Fonte: Angop

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, anunciou em Luanda, que o país terá uma capacidade de 600 megawatts de energia solar até 2022.


O governante, que discursava no acto de abertura da palestra sobre Energias Renováveis, realizada pela embaixada dos EUA em Angola, informou que o Plano de Segurança Energética aponta para uma capacidade de cerca de 600 megawatts de energia solar no país até 2022, com a instalação de cerca de 30 mil sistemas individuais de produção de energia fotovoltaica, uma meta alcançável com a participação do sector privado.


Para si, a expansão do processo electrificação de energia renováveis vai permitir aumentar a taxa de acesso a electricidade a menos de metade da população tem acesso a este bem, particularmente, as áreas periféricas, rurais e recônditas do país.


O país, disse, tem recursos para a produção deste tipo de energia, a solar é actualmente tem um custo cada vez mais competitivo e é sem dúvidas uma solução para a electrificação do país, quer na componente individual, quer no geral reforçando a capacidade que o país já dispõe, entre hídricas e térmicas.


“Há a necessidade de se criar um veículo que permita assegurar a captação de financiamentos para a electrificação das zonas rurais, que é a Agência Nacional de Electrificação Rural instrumento cuja criação está prevista na Lei Geral de Electricidade, por ser o órgão que vai interagir com os investidores privados”, explicou.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação