Agente dos Serviços Prisionais detido por roubo de placas de viaturas na centralidade do Kilamba
20-09-2019 | Fonte: NJ

Um efectivo do Serviço Prisionais (SP), de 36 anos, foi detido em flagrante na madrugada desta quarta-feira, 18, pela Polícia Nacional (PN), por furto de placas electrónicas de viaturas e mala de ferramentas, na centralidade do Kilamba.


Está igualmente detido um cidadão nacional de 34 anos, cujo nome não foi revelado, comparsa do efectivo do SP, também residente no Kilamba.


Segundo a polícia, a detenção dos implicados ocorreu no âmbito da "Operação Reforço" é fruto do auxílio de mais de 500 efectivos da PN para combater a criminalidade na Centralidade do Kilamba.


De acordo com o director de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial de Luanda da Polícia Nacional, Intendente Hermenegildo de Brito, os implicados foram detidos após uma tentativa de assalto falhada no parque do bloco C.


"Eles (os detidos) foram detidos em flagrante quando tentavam praticar mais um assalto. Um deles diz ser polícia prisional, vamos aferir porque podem ser falsas qualificações", disse o oficial em declarações ao NJOnline.


"Seis viaturas, todas de marca Toyota, modelo Prado TX, foram saqueadas pelos implicados, na última viatura foram flagrado pelas forças da ordem que estavam a fazer serviço de patrulhamento naquele perímetro", informou Hermenegildo de Brito, destacando que os assaltantes foram detidos a bordo de uma viatura de marca Peugeot, quando tentaram pôr em fuga mas prontamente foram detidos.


O responsável fez saber ainda que durante o mesmo período, a PN deteve um cidadão nacional, identificado por Jorge Sebastião, conhecido por "tirar o sossego na centralidade do Kilamba".


O NJOnline soube ainda que o arguido é implicado em várias tipicidades criminais, entre roubos de acessórios de viatura e bijuterias nas escolas e tem três passagens na polícia, estando cadastrado no Serviço de Investigação Criminal (SIC) Geral.


O oficial afirmou que as diligências foram desencadeadas pela comandante da 52º esquadra, Goureth Fernando.


"Segundo denúncias dos moradores e de acordo com informações recolhidas pela PN, o individuo fazia-se passar por estudante para arquitectar e realizar os assaltos no interior e nos arredores da centralidade", explicou.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação