Membros da UNITA apostam em Adalberto Costa Júnior
20-09-2019 | Fonte: Jornal de Angola

Figuras de proa da UNITA como José Samuel Chiwale, Ernesto Mulato, Eugénio Ngolo “Manuvakola”, Mártires Correia Victor, Isaías Chitombi, Demóstenes Chilingutila e Jardo Muekália constam numa lista de 128 dirigentes e quadros que assinaram um manifesto de apoio ao deputado Adalberto Costa Júnior como próximo presidente do partido.

No manifesto, que pode ser encontrado nas redes sociais e confirmado ao Jornal de Angola por um dos integrantes, constam ainda nomes como dos deputados Arlete Chimbinda e Maurílio Luiele, os generais João Baptista Vindes e Peregrino Isidro Wambu Chindondo, Piedoso Chipindo Bonga, António Urbano “Chassanha”, Faustino Mumbika, Victorino Hossi (antigo ministro do Comércio no Governo de Unidade e Reconciliação Nacional - GURN) e Esmael Seteko Sakaita Savimbi, filho do fundador da UNITA.


Os subscritores do documento sustentam o apoio com o facto de Adalberto Costa Júnior, actual presidente do grupo parlamentar da UNITA, ter história de participação na luta do partido. Dizem, ainda, que o deputado vem fazendo um longo “percurso de militância constante e consequente”, além de que tem contado com o “reconhecimento e a confiança dos angolanos dentro e fora do partido”.


“Vamos elegê-lo presidente da UNITA. Fazemo-lo porque confiamos nele, tal como o presidente fundador, Dr. Jonas Savimbi, e o cessante, Isaías Samakuva, nele confiaram diversas missões de capital importância para a sobrevivência e o desenvolvimento do projecto UNITA, que desempenhou com patriotismo, zelo e dedicação”, sublinham os apoiantes, que defendem ter chegado o momento de promover a juventude à liderança do partido.


O próximo presidente da UNITA é eleito durante o XIII Congresso Ordinário do partido, que se realiza entre 13 e 15 de Novembro.


Além de Adalberto Costa Júnior, já manifestaram a intenção de concorrer à liderança da UNITA o 1º vice-presidente do Grupo Parlamentar, José Pedro Kachiungo, e o general na reserva e antigo secretário-geral do partido, Abílio Kamalata Numa.


Também são tidos como prováveis candidatos o actual vice-presidente da UNITA, Raul Danda, o deputado e antigo coordenador da comissão de gestão do partido, general Lukamba Paulo “Gato” e o secretário para as relações exteriores e porta- voz, Alcides Sakala.


O período para apresentação formal de candidaturas começou, na segunda- feira, e estende-se até ao último dia deste mês. Até ao momento, a comissão organizadora do conclave ainda não recepcionou alguma candidatura.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação