Angola procura atrair investidores do Médio-Oriente para a ZEE
22-10-2019 | Fonte: Mercado

Responsáveis da Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEE) apresentam as oportunidades de investimento na ZEE à investidores de várias partes do mundo presentes na Cimeira de Oman sobre as Zonas Económicas Especiais, Industriais e Zonas Francas, onde analisam os desafios e as diversas e melhores formas de investir nas zonas económicas, industriais e francas a nivel mundial.

O Presidente do Conselho de Administração da SDZEE, António Henriques da Silva, encabeça a delegação da ZEE. Além de Angola, participam na cimeira representantes de países como China, Reino Unido, Emiratos Arabes Unidos, Arábia Saudita, Ghana, Pakistão, além de representantes da União Europeia, da Liga Árabe, Bancos de Investimento e provedores de tecnologia como a Huawei.

No primeiro dia, além de painéis de discussão sobre vários temas como Diplomacia Corporativa, Atracção de IDE, entre outros, decorrerão reuniões B2B de negociações, em que os participantes aproveitarão para apresentar as oportunidades aos potenciais investidores.

O segundo dia, reserva uma visita para as Zonas Económicas de Duqm e Salalah, onde a delegação angolana terá a oportunidade de fazer o intercâmbio sobre as formas de desenvolvimento de infra-estruturas e atracção de investimento para a ZEE Luanda-Bengo.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação