Dívidas de Angola devem ser investigadas, dizem economistas
06-11-2019 | Fonte: VOA

A proposta do Orçamento Geral do Estadopara 2020 já deu entrada na Assembleia Nacional  e é avaliado em 15 biliões de Kwanzas cerca de 24 mil milhões de dólares.
 
 
Grande parte, mais da metade do mesmo vai servir para pagar a divida publica do pais, segundo o responsável da economia da presidência da republica Manuel Nunes Junior.
 
 
 
O executivo pretende priorizar no OGE a consolidação fiscal com realce para o controlo da divida publica e o relançamento da actividade económica do país.
 
 
 
Economistas apoiam a prioridade de se apgar a dividas mas entendem que muitas delas deviam ser investigadas.
 
 
 
"Muitas destas dívidas são falsas e se nós queremos de facto transparência, combater a corrupção, devia-se começar primeiro por se certificar toda a divida antes mesmo de as liquidar", disse David Kissadila
 
 
Damiao Cabulo, outro economista pensa que é positivo o pagamento da divida publica mas antes deve ser auditada.
 
 
"Enquanto não se for a fundo nesta questão o sacrificado vai ser sempre o povo”, disse acrescentando que “normalmente os OGE em Angola têm sido fonte de enriquecimento de muitos políticos”.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação