Índice de preços no consumidor regista variação de 1, 93 por cento
15-01-2020 | Fonte: Angop

O Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) registou, entre Novembro e Dezembro de 2019, uma variação de 1,93 por cento, um valor superior em relação ao período homólogo de 2018, que se situa em 0,45 por cento.


A variação homóloga situa-se em 17,06%, registando um decréscimo de 1,15 pontos percentuais com relação a observada em igual período do ano anterior.


A classe “bebidas alcoólicas e tabaco” foi a que registou o maior aumento de preços com 2,61%.


Destacam-se também os aumentos dos preços verificados nas classes “hotéis, cafés e restaurantes” com 2,40%, “vestuário e calçado” com 2,30% e “transportes” com 2,25%.


A classe “alimentação e bebidas não alcoólicas” foi a que mais contribuiu para a taxa de inflação do mês, com 0,94 pontos percentuais, seguida das classes “vestuário e calçado”, “bens e serviços diversos” com 0,19 pontos percentuais cada e “mobiliário, equipamento doméstico e manutenção” com 0,15 pontos percentuais.


Os bens e serviços que registaram as taxas mais elevadas pertencem às classes “bebidas alcoólicas e tabaco” com 2,61%, “hotéis, cafés e restaurantes” com 2,40% “vestuário e calçado” com 2,30% e “transportes” com 2,25%.


As províncias que registaram maior aumento foram: Bengo com 2,83%, Cuando Cubango com 2,58%, Huambo com 2,50% e Huíla com 2,09%.


As províncias com menor variação foram: Lunda Sul e Bié com 1,49% cada, Namibe com 1,57% e Cabinda com 1,70%.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação