BP do MPLA aprova agenda política 2020
28-02-2020 | Fonte: Angop

O Bureau Político do MPLA aprovou esta sexta-feira, em Luanda, a sua agenda política para 2020, com o foco na intensificação das reformas em curso no país e na mobilização do partido para vencer os próximos desafios políticos e eleitorais.
 
A aprovação foi feita durante a 1.ª Reunião Ordinária do Bureau Político, orientada pelo Presidente do MPLA, João Lourenço.
 
Segundo o comunicado final do encontro, o Bureau Político (BP) encorajou o Executivo a prosseguir com o combate à corrupção e à impunidade, bem como a reforçar as políticas públicas para ultrapassar a crise económica e financeira que se regista no país.
 
Os membros do BP aprovaram, também, o relatório da Comissão de Disciplina e Auditoria referente ao ano de 2019. O documento será submetido à 3ª sessão Ordinária do Comité Central.
 
O BP do MPLA (partido no poder) deliberou a agenda de trabalho para a 3ª sessão ordinária do seu Comité Central, a problemática sobre “a promoção da empregabilidade” e a convocatória para a realização da Conferência Extraordinária do MPLA no Cunene.
 
No encontro, o BP do MPLA aprovou a resolução sobre a cessação de mandato do primeiro secretário provincial no Cunene, Virgílio Tyova, que foi substituído no cargo por Gerdina Didalelwa.
 
O Bureau Político regozija-se, igualmente, com a forma massiva como os angolanos festejaram o carnaval, assegurando a espontaneidade popular, preservação da identidade e unidade nacional da “maior” manifestação cultural de Angola.
 
Na reunião desta sexta-feira, que contou com a maioria dos primeiros secretários províncias, foi, também, aprovada a indicação de Francisco Betico, para o cargo de director do Departamento do Comité Central para a Reforma do Estado, Administração Pública e Autarquias.
 
O Bureau Político do MPLA, composto por 72 membros, é o organismo permanente de direcção do partido que delibera no intervalo das reuniões do Comité Central. Reúne-se ordinariamente uma vez por mês e, extraordinariamente, sempre que necessário, sob convocação do presidente do partido.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação