Neves F. .M (nefraim@hotmail.com): faltou-lhe confiança em Deus,este homem não deve ser um ex aseguir.
ONE (pedrokingless@hotmail.com luanda): este é o mal,muitos pensam q algo vao levar com eles dpois da morte,vive com o pouco q tens porq é mesmo teu, razao pela qual muitas mulher entregam corpo pra ganhar emprego,uns matam pra ganhar lugar,e outros traem.fazem tudo d mal pra garantir o bem estar deles. lembra q tudo vamos deixar.
abidy (abidydroga@hotmail.com): nao era preciso se suisidar ,espero q o filho se de bem na vida
Laurinda (associaçaokmaculussu2@yahoo.com.br): Lamentamos a morte, mas quem tem auto estima não se suicida, até que ele devia pensar na instrução do filho. isto é fruto da cobardia e falta de sentido da vida. quem tira a vida vai para o inferno. Que Deus proteja esta criança e lhe proteja de maldições!
Ruben Elindo (rubenelindo192@hotmail.com): ate onde a ciencia ira nos levar,devido ao conhecimento o homem tira a sua propria vida, e uma rica historia mais e uma pobre experiencia.
Bieveny (bieveny@hotmail.com): Que situação lamentavel, os meus pesamos
Anónimo (dajolu63@hotmail.com): Pela sensibilidade do assunto,seria sensato que as autoridades Inglesas permitissem que o Antonio se mantivesse naquele país até concluir o ensino superior, ainda que com o concurso do INAB ...!
manuel quissanga (joaozua@hotmail.com): ate hoje fico adimirado porque os negros ainda sofre o racismo na europa toda este angolo e um heroi muito corajoso que Deus o abençue e a sua alma desçansa em paz.
j : uma decisao muito dificil.!mas ele fez o que achou o que era certo.
trnQyibfuteYkVs (z.speavaneas@nic.cn): This has made my day. I wish all potnsigs were this good.
eduardo almeida (eduardoalmeida001@hotmail.com): atencao este sim è um grande homem, sinto muito pelo acontecimento e o motivo que lhe obrigou,cabe agora ao filho realizar o exito do seu pai e valoriza-lo mesmo morto, afinal foi por ele.
Que Deus o tenha! (pesselazito@hotmail.com): ama o teu proximo como a ti mesmo. é de lamentar o passamento fisico de mauel bravo, que deus o perdoe e que a sua alma descance em paz. sentindo pelo seu passamento, os Estados devem fazer muito para garantir o bem estar dos seus cidadãos no que concerne os direitos e deveres, para que seja bem controlados no estrangeiro pela embaixada do pais em que este cidadão pertence, onde por exemplo estes cidadãos fossem acompanhados por pscologos, tendo desta forma um controlo pscologico a não permitir que cometa erros gravissimos conforme o sr.bravo o fez. com muito respeito peço aos Estados que trabalhem mais para garantir ou efectivarem o bem estar dos seus cidadãos. peço mui respeitosamente a todos que reflitamos seriamente, baseando-se em aspectos pscológicos de modo a opinarmos quais foram as causas do seu suicidio, mas não se apoiando primeiramente nas que ele pôde mencionar, porque a questão é muito séria.(zito, cacuaco-luanda)
da terra (sou da terra): estamos acabar aos pouco,mesmo com tanta massa na nossa terra ainda nos matamos na terra alheia isso e vergonhoso. deus q nos proteja amemmmmmmmmmmmmmmmmm
DESAPONTADA (ANGOLA): SRº PRESIDENTE ATÉ QUANDO TUDO PARA OS SEUS FILHOS E NADA PARA O POVO? ATÉ QUANDO VAIS FINGIR QUE NADA VES, MORTES, VIOLAÇÕES, MISÉRIA, FALTA DE ACESSO A ESCOLA, FALTA DE QUALIDADE DE VIDA... VOCÊ É O CAUSADOR DE TUDO ISSO. VINGES QUE NÃO VES AS PRÁTICAS ILICITAS QUE MUITOS CONTERRANIOS DA TUA FILHA (MULHER DE LANGA) PRATICAM. OLHA PARA A POUCA VERGONHA QUE ESTÁS A CAUSAR.
TENHO VERGONHA DE DIZER QUE SOU ANGOLANO (LUANDA): AFRICA PARTIO MAL PARA A INDEPENDECIA (COMO UMA JOVEN REBELDE QUE QUER A SUA INDEPENCIA E ACABA FASENDO MUITA M******) ZE DÚ TEM KI MORRE PARA O POVO SOBREVIVER E AS ELEIÇOES ACONTECER O SATANÁS
jose leao (luanda): pelo menos que disse algo mais profundo que motivou esse desejo tao desagradavel para a humilde familia
Anónimo (LUSO): Gente burro,dpois dos cinco anos a familia em angola tem que preparar para receber o rapaz, a unica coisa ma é do pai se matar, a sua alma descansa em paz meu shor.
verdade assim falu (cape town): Deus nao manda e nunca mandara gente para o enferno, somente a nosso mau escolha...assim como deu ao ser humano acapacidade de escolher si quero li obedecer ou nao,isto e as nossas mau decisao...muitos tem maridos e namorados,mulheres e amantes sao factos de mau decisao,ele nao cometeu pelo futuro do filho...quem garanti o nosso futuro somente Deus,qui sabe o que sera amanha,nao a morte.e lamentavel quando subemos qui e mal + cometemos dicisoes erradas.
Ningem : E triste nao poder solucior certos problemas,realmente ele nao fez nada pelo filho deixando-lhe ficar sazinho.o governo ingles so lhe vai cuidar por cinco anos e depois voltara pra angola
Mangurra (Manchester): Os meus pesames a familia. Que esse candengue filho de um grande homem, mostrou-se disposto a sacrificar a sua vida pelo seu filho, bear in mind o q seu pai fez por ele e seja alguem d valor n futuro. Força, a vitoria eh certa
daniél : deus mando ele pro inferno hahah Deus não é um fdp?
gileira (huila): Cota Kassoma voce agora è o chefe ve ai meu.o parente s bomdou de não acritar em voces.Eu e a minha familia estamo tristes e enderesamos os pesamos a familia do malogrado k pelos e so o filho cota ve ai.
Celobungo (celobungo@gmail.com.br): O que fazer quando não encontramos outras oportunidades. Isto entristece a qualquer um. Os meus pêsames a familia enlutada
Anónimo (lubango): este facto entistesse-me muito. nao quero julgar ninguem mas este senhor deve ter tido os seus motivos pra chegar ao desespero. tambem com esta situacao em angola que so os grandes continuam grandes, ate os estrangeiros tem todo o tipo de facilidade conseguem tudo o que querem, e o que sobra para os angolanos, nada. caros amigos refletem o proprio nativo prefere a morte do que voltar ao proprio pais. o governo deve ficar atento...que Deus o perdoe, abencoe seu filho e proteja os angolanos.
arlete chicomo lucas (aclarlet@yahoo.com.br): lamento muito a atitude tomada porque deixa ainda mais em sofrimento um adolescente que crescerá traumatizado e se culpabilizando pela morte do pai mas as vezes a vida em angola nao nos dá outra alternativa vemos o que nao deviamos e nao podemos falar por as vezes preferimos ser escrevo na terra dos outros e nao na propria terra. lamento muito o sucedido
O FANTASMA : TO TRISTE PELA MORTE DESTE GRANDE HOMEM E PAI MAIS TAMBEM TEMOS QUE ACEITAR PA UM ADULTO CHEGAR A ESSE PONTO É PORQUE ELE SABIA O QUE ESTAVA A FAZER.AGORA QUE HA MUITA GENTE FALSA MUITA HIPOCRISIA E MUITOS QUE LEVAM A PELE DO CORDEIRO HA E [BUES].UM HOMEM SUICIDA-SE PARA O BEM DO CÉU FILHO E O PESSOAL DIZ QUE O QUE ELE FEZ NÃO TA CERTO. MESMO ANTES DE MORRER TER ESCRITO QUE NÃO ACEITARIA VOLTAR PA ANGOLA E QUE O FILHO TINHÃ QUE FICAR EM LONDRES,POIS EU APENAS DIGO PA BOM INTENDENDOR MEIA PALAVRA BASTA MAIS BASTA MESMO.DIZEM POR AI QUE ANGOLA ESTA A MUDAR PA MELHOR? ALGUÉM PODE MI DIZER EM QUE ASPECTOS MUDO?OU O QUE JA MUDO PF PF PF
ROGER (ROGER_JOS@HOTMAIL.COM): E MUITO TRISTE NOS OS ANGOLA AINDA PASSARMOS ESTAS SITUACAO DE IMIGRAR A PROCURA DE MELHORES CONDICOES DE VIDA JA QUE O NOSSO PAIS AINDA NAO OFERECE, VAMOS TER FE QUE UM DIA AS COISAS VAO MUDAR,QUE DEUS ILUMINE ESTE PUTO. AMEM
Manico (avassola@nossosuper.com): Eu sei que ninguem tem o direito de tirar a vida de ninguem. Mas mil vezes perder a minha vida para dar uma mais digna ao meu filho eu acho que tambem o faria. O suicídio não é dos dias de hoje; leiam o que Emille Durkein diz a esse respeito. Eu sei que os meios não justificam os fins, mas há certa altura é necessário que o inverso desta lei se aplica.
KALUPETACA no Lobito : ESTE É UM SUICIDIO QUE MANCHA O PAÍS. ACREDITO QUE O SEHOR TEVE MUITOS PROBLEMAS PARA SE ADAPTAR A NOSSA VIDA DE ANGOLA.NO ENTANTO DIGO AQUI ESTAMOS BEM, COMENDO MAL E OLHANDO OS TÊM E TER VIDA É MELHOR DO QUE A MORTE.A VIDA É A MELHOR COISA QUE DEUS NOS DEU. OS QUE COMEM E VIAJAM NOS CARROS DE CONFORTO TAMBEM TÊM O DESTINO.
Rp (Luanda): É Importante aque um homen saiba distingir quando é que esta a tomar uma atitude sabia e quando é que q mesma é emotiva... que Deus o tenha.
Famoso não interessa : Até chegar ao ponto de suicidar-se para garantir os estudos do filho. Oh my god tanto amor pelo filho este é que é um pai mas também não era necessário chegar até este ponto.
Aissa (Lisboa): a fraqueza faz com que as pessoas tomam atitudes desesperadas,não só do pão viverá o homem. e o amor? está criança como viverá? por mais que se forme nas melhores escolas de londres de que vale sem ter o abraço o carinho do pai, será que terá cabeça pra encaixar os estudos, ou o trauma de ter um pai fraco, que trocou a vida dinheiro?
U.S.A : nigligência ou talvés sofria dum distúrbio mental
mateus : primeiro os meus pesames a familia enlutada nao estou escrevendo para julgar ninguem mas acho uma atitude pouco digna de um homem que quer ver um futuro melhor para seu filho.A vida é feita de lutas e sacrificios e por mais humilhaçao que a gente passe devemos acreditar sempre que existe um Deus capaz de tudo. aconselho a todos na diaspora para nao escolherem o caminho do suicidio porque nao é e nunca será a via para resoluçao dos problemas. desejo felicidades ao filho e a atitude do seu pai nao seja um motivo para te orgulhares mas sim para reflectires em o que é ser homem na vida.
Anónimo (Brasil): Sr. Adolf Hitler!!!!!Desde quando o Sr. adiquiriu o direito de falar em nome de qualquer raça? Pelo nome que adota acredito até que não tenha nenhuma raça nem nacionalidade. Sou Angolano, a cor da minha pele é branca e tenho muito orgulho disso. Estou retornando para minha terra para ajudar na reconstrução do meu país. Espero não encontrar lá mais animais do seu tipo....
hermeneutico (los angeles): Um acto reprovável a todos os títulos.
Praika (prkanga@hotmail.com): Os meus pêsamos a familha desse senhor e em especial o filho. Apelo a comunidade angolana na diáspora que: em caso desse género, voltem em Angola. o nosso país, encontra-se num estado de cresscimento. Portanto, ele está mudar e precisa do contributo de todos nós. Ñ façam volontàriamente algo projudicial. porq é o País que está perdendo. Cumprimentos a todos Angolanos.
Manuel (miws@hotmail.com): Os meus pesamos ao filho e a familia. eu passei 8 anos na Europa com a minha familia hoje estou em Angola a criar condições. Na Europa a vida é realmente melhor q em angola sem comparações possiveis. Mais ha um ditado que diz é mae é mae é insubistituivel quero dizer q o seu pais é sempre seu por mais que pobre foram.
ditocerto : e' muito triste o que aconteceu mas por favor isso nao da' para criticar directamente um governo. Olhem a scandinavia tem um nivel de suicidio muito grande e nao a falta enhuma de comida nem estudos. O nosso mano estava emntalmente pertubado e provavelmente com vergonha de voltar para a sua terra sem nada.
Adolf Hitler (Deutschland): Mais um preto que se mata para entrar na Europa...Os pretos em Africa e os brancos na Europa é que devia ser
Correcção : emigrantes com e são os que saiem do Pais, imigrantes com i são os que entram. Assim o jornalista devia ter escrito que 'os dois cidadãos Angolanos foram levados para o centro de detenção de imigrantes' (os que entram no Reino Unido)
latente (latente23@yahoo.com.br): simbolo de amor, isto tudo porque o nosso governo nao tem capacidade de nos dar uma formaçao digna. este homem morreu pela verdade estou contigo mano, o teu filho será dr. podes crer, valeu porque nem um médico angola consegue formar.....
Elsa (elsaguerreiro30@hotmail.com): é hora de acordar näo é esta morte ou o sofrimento em angola que está em causa é o desespéro de alguém que näo sabe e que näo pode dar um futuro melhor ao seu filho.apesar do sofrimento dos estrangeiros na europa há sempre ( para os que estäo legais )oportunidades.oportunidades estas que infelizmente ainda näo se vê em angola.
anonimo (os coqueiros): E muito triste, mais nao e a solucao......eu quero opinar sobre ontem alguem falo pedevesa esso nao existe, e PDVSA, PETROLEOS DE VENEZUELA SOCIEDAD ANONIMA
Anónimo : Para rovny: achas que há alguma coisa para se orgulhar do nosso País?Quanta inocência!!!
rovny (luanda): epa este e mais daqles q não tem orgulho do seu pais achando,pensando e morrendo de vergonha de regressar ao seu pais preferiu tirar a sua propria vida pensando q assim estava a dar um futuro ao seu filho sem pensar q depois disto tudo o filho ira ter problemas pior e bom q os outros q estejam distantes de angola não tirem exemplo errdos como este.
ev@n (evanfilipe@hotmail.com): que futuro podera garantir para o seu filho um pai ausente???? tal atitude poderá ser sinónimo de muitas frustrações que todos desconhecemos mas ainda assim nenhuma situação justifica o suicidio tampouco estará melhor entregue o filho as autoridades inglesas do que na compania do pai fosse onde fosse em Angola ou na mongolia. evidentemente nao podemos julgar sem conhecer os motivos que o levaram a cometer tal acto mas frequentemente vemos pessoas rotuladas nos seus paises de origem como preguiçosos tornarem-se na maior força produtiva dos paises dsenvolvidos chegando mesmo a ter tres empregos enquanto nos seus paises(angola) nao aceitariam um simples emprego de barman. A teoria da relatividade esta claramente visivel na definiçao de sofrimento concordando com um comentarista ai em baixo sofrimento maior é a humilhaçao de de nao poder trabalhar em terra alheia ser negado o asilo e obrigado a chegar a uma atitude tao extremista. em todo o mundo existem suicidas. o suicidio nao é causado pelas condçoes sociais senao certamente teriamos metade da populaçao angolana morta. tem mais a ver com a capacidade de cada um de lidar com os problemas e o nosso caro amigo e compatriota que deus o tenha e que descanse em paz viu no suicidio a soluçao das suas perturbaçoes (...) certamente nao foi a melhor escolha principalmente pelo filho, nao acredito q ele esteja melhor orfão. pensem nisso
epfa (luanda): se o filho tiver que seguir o exemplo, ja sabemos que um dia tambem se suicidará. estamos a enfrentar o deserto, cada um a sua maneira. enfrentar, no entanto, significa, lutar até vencer. aos que estam vivos, em situação identica, escolham outra saida. acabei.
TONY DO JESUS (HOLANDA): EPAH ACHO QUE E ERRADO POSSO DIZER,ELE NAO DEVERIA A FAZER ISSO,PORQUE A VIDA NAO E SO NA INGLATERRA OU NA EUROPA PORQUE MUITO ESTAO EM ANGOLA NAO FUJIRAM A GUERRA MAS ESTAOS A VIVER SER RICO OU POBRE A VIDA E LINDA,MESMO AQUI TEM SOFRIMENTOS, VIDA NAO E FACIL EM QUALQUER PARTE DO MUNDO.LAMENTO INACREDITAVEL MAS E VERDADE.
Bruno Sílvia Kilamba Kiaxi : O assunto é bastante sério, visto que se trata do desaparecimento físico de uma pessoa. Assim sendo, peço aos Psicólogos, Sociólogos e outros Peritos em questões desta natureza para reverem a situação em causa particularmente da família do malogrado pois, actos do género é de se considerar de anormal. Desde já, enviu os meus pêsames a familia enlutada.
Jorge Santos (Luanda): o orgulho de ser nacionalista angolano, e de não querer deixar de ser orgulhoso levou lhe ao ponto em que chegou, ainda que podesse arrepende pelo seu acto já é tarde de mais, logo isto servirá de lição para aqueles que por falta de muito orgulho não conseguem reconhecer que pobre ou rico aqui nesta angola que é nossa e só nossa vive-se
nelson (nelson@angolano.com.br): elenao deveria fazer isto porque a vida e so uma pois eu acho errado agora e quero ver se ofilho vai mesmo etudar para honrrar o pai
El (Lisboa): Tantos foram os comentàrios feitos tentando de certa fora dar seu ponto de vista a qual todos temos direito. Será que já ouviram falar de uma doença que se chama Perturbação depressiva grave? pela qual muita gente se suicida, sem mesmo se darem por conta que estão doentes, há não ser as pessoas mais chegadas e as vezes nem assim, pesquizem sobre isso porque pode vir a ser útil. Angola é o ninho deles por toda uma causa que todos nos sabemos.. Muita gente não valoriza esta doença muitos destes doentes são chamados de preguiçosos, malucos, fracos etc. A ignorância com relação a estes tipos de doença ainda é muito grande. vir o
ISENTO (CALULO): PESSOAL O COMPATRIOTA DEIXOU BEM CLARO QUE A CULPA NÃO É DE NINGUEM POR ISSO NÃO POLITISEM. É COMO POR EXEMPLO EU SER AGREDIDO E NO TRIBUNAL PERANTE O MEU AGRESSOR DIZER AO JUIZ PARA O PERDOAR, ASSIM E NESTE CONTEXTO, CASO ENCERRADO.
Luhadi (Espanha): Cada um sente e vive a vida a sua maneira,nao condeno nem louvo aatitude do ex compatriota sinto porém que não se deve atribuir culpas a má ou a boa governação de um partido politico ou a seus representantes,se o falecido visitasse Angola e visse como as pessoas sobrevivem então por ele Angola seria um deserto,porqe indepentemente da posição politica o status social,tods Angolanos sentem a falta de energia da agua ,sentm s efeitos da delinquencia em fim mas te de ser nós que temos que melhorar se desistirmos matando-nos deixando cada vez mais orfãos so pioramos as coisas.....
isabel (lisboa): Amor de Pai? Uma situação dificil e impossível de ser analisada, como emigrante clandestino!? Ou exilado político!? Tenho pena da criança isenta do seu braço direito...
isabel (lisboa): Amor de Pai? Uma situação dificil e impossível de ser analisada, como emigrante clandestino!? Ou exilado político!? Tenho pena da criança isenta do seu braço direito...
zezas do sambila agora na banda (luanda): triste.muito triste.viva o sambila
Tony (BERLIN): Queridos irmaös a morte do nosso compatriota é infelizmente fruto da DITADURA que continuamos a viver no país. Eu e acho que ninguém neste planeta esta em condicoes de julga-lo. Que o Senhor proteja Angola daqueles que continuam a tirar o päo da boca dos pobres. Que no futuro Angola seja realmente dos angolanos.
Nelo : É muito triste à historia deste irmão. O suícidio ñ seria a solucão ideal, mesmo ñ sabendo qual era a sua aflicão é q nós angolanos somos como ovelhas perdidas porque a instabilidade do País n nos permite lá ficar e cá fora somos vistos como delinquentes, mas irmaos coragem porque aquele grupo chamado MPLA há de desaparecer tudo tem o seu tempo. Condolências a família.
Anónimo : Este suícidio é o resultado da desordem, abuso de poder por parte do MPLA.A sociedade está frustrada os jovens n tem a quem confiar o MPLA degradou o país o q pretendem mais? Irmãos a solucão do nosso problem em Angola é o desaparecimento completo do MPLA. AS minhas condolências à família!
jose miguel (portugal): esta aqui o resultado... o homem prefiriu morrrer do que voltar para angola., de certewza que é um homem que como a mair parte dos angolanos sofreu na carne os efeitos de uma ditadura pluralista e desumana... esta ai o resultado meus senhores, 5 anos de paz e continuão a fazer em anola um fite de terror e comédia ao mesmo tempo., isso é o resultado do fracasso de toda uma geração de politicos e governante e até opositores que nao tenhem mais nada pra dar. esta ai meus senhores., sua excia camara presidente de angola e do mpla., sua excia camarasa primeiro ministro., sua excia presidente da assembleia nacional.., manbros do gurn e lideres dos partidos de oposiçao... francamentes voces sao o maior fracasso que a nossa historia registou.... se tiverem senso e cultura politica demitam-se por favor
Virgilio Eduardo Nogueira (virgilio.nogueira@inss.gv.ao): Acho uma loucura não se resolve problemas suicidando-me,ao contrário deixou + problema para o filho q em terras alheias não conhece ninquém.Quem dá vida ao homem é Deus e tbém só ele deve tirá-la.Em toda parte do mundo há dificuldades cada um deve saber como ultrapassa-los;Assim como existe muitas igrejas,tbém há muitos partidos políticos + o objectivo é sempre um para as igrejas é alcançar a salvação eterna,enquanto q os partidos é o poder.Então cada um de nós pagará pelo seus erros.Não acho como incentivo matar-se para solucionar um problema,não deve sentir-se inválido enquanto estiveres em vida;Batalhar,batalhar,batalhar!!!!!!......Até que o dono da vida vem tirá-la.Não critica-se ninquém pelas falhas pessoas.
MPLA ZEDU E O Governo (Luanda): As Minhas Condolencias Sr. Zedu e Ministro de Re. Exterior e outros e o proprio Governo do MPLA. Este é o resultado do vosso trabalho.Angola nao é um País diferente dos outros que tem Recurcos naturais e poucos Habitante, tal como Dubai, Finlandia, Libia. estes sao Países petrolifero, tem mais populacao mais que nós, a nossa populacao é comparavel com a populacao do Moscovo aproximadamente.apezar de ter-mos tanta riqueza o nosso povo sofre na asistencia Medica Saúde, Ensino, Habitacao, Financas, alimentacao, como resultado disso tudo é a morte, muitos também morren mas sao desconhecidos a do Bravo fio conhecida , até quando o Geverno vai mudar de sistema. será q nao pode haver mudanca, na ditadura na Corupcao, no falta de praticar a Democracia, até quando?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????? será que se o filho de deputado uo do Primeiro Minstro também o Ministro poderia Morrer?????????????????????? os Angolanos Moren na Alemanha, Franca, Holanda,Portugal, em todo lado. até quando??????????????????????????????????????????????????????????
Sónia Martins (stleo.martins@gmail.com): a maior parte dos suicidios acontecem porque as pessoas sentem-se inuteis e pensam que a vida ja não tem nada para lhes oferecer e neste caso acabam se suicidamdo-se. para este caso devemos respeitar o desejo deste homem que partir pensando no seu filho é um acto de louvar. mais acredito que ele deveria pensar que está deixar um filho sem ninguem para lhe orientar na vida. apenas deus e as instituição. porque de trais de uma morte tem sempre varios motivos o que imprica que todos devemos respeitar o desejo da vitima e se possível dar o maior apoio este jovem que ficou orfão de pai.
Sónia Martins (stleo.martins@gmail.com): a maior parte dos suicidios acontecem porque as pessoas sentem-se inuteis e pensam que a vida ja não tem nada para lhes oferecer e neste caso acabam se sucidamdo-se. para este caso devemos respeitar o desejo deste homem que partir para pensando no seu filho é um acto de louvar. mais acredito que ele deveria pensar que está deixar um filho sem ninguem para lhe orientar na vida. apenas deus e as instituição. porque de trais de uma morte tem sempre varios motivos o que imprica que todos devemos respeitar o desejo da vitima e se possível dar o maior apoio este jovem que ficou orfã.
lumeje : existe tanta ipocrisia neste espaço de comentarios que vou sinceramente deixar de visitar a pagina.A decisão de suicidio é individual especialistas em todo mundo andam a estudar esse fenómino que é mundial existem razões do forum neurologico que leva um individuo a cometer suicidio não vejo o que é que JES tem a ver com o caso sinceramente parem com a mania da perseguiçao,de culpar o mundo por tudo de mal que vos acontece
anomia parede : e muito triste alguem matar-se para garantir os estudos do seu filho principalmente em terras estranhas os estrangeiros estao em angola a ganhar balurdos de dinheiro para garantir o futuro dos filhos os angolanos no estrangeiro nao tem direito a trabalhar .se quiserem garantir o futuro dos filhos tem de se suicidar? e puro e simplismente triste
anomia parede : e muito triste alguem matar-se para garantir os estudos do seu filho principalmente em terras estranhas os estrangeiros estao em angola a ganhar balurdos de dinheiro para garantir o futuro dos filhos os angolanos no estrangeiro nao tem direito a trabalhar .se quiserem garantir o futuro dos filhos tem de se suicidar? e puro e simplismente triste
Tata Sengo (Luanda): Em primeiro lugar os meus pesames aos familiares da vitima que ficaram sem o filho,biblicamente este acto nao e permitido porque so Deus da e tira a vida aos homens. Esta situacao dos emigrandes Angolanos no estrangeiro e uma drama, por razoes de guerra foram obrigados a deixar o pais para uma vida melhor, os que tiveram boa sorte hoje estam minimamente bem, mais para muitos e um catastrofe. Os pulas nao querem mais ninguem nas suas terras, estao a fazer vida cara aos estrangeiros por um simples papel, porque que o governo nao tome medidas nos pulas que so estao a roubar a nossa riqueza? A guerra ja acabou e altura da mudanca politica para que todos que fugiram o Savimbi e o Santos voltem para a terra de origem e trabalharem na reconstrucao do pais. todos que continuam a roubar os milhoes de Angola para o bem pessoal sejam amaldicoados, porque com este dinheiro daria para melhorar as condicoes do povo.
I.C : Lamentavelmente nenhum sofimento ou situação justifica tal acto, porém o coração tem razões que a razão desconhece! que fazer!? temos que mudar, criar as condições na nossa terra, torna-la um lugar agravel para se viver e isso deve ser feito por nós e não é nenhuma miragem, devemos acreditar! porque Africa não é nenhum continente perdido!!
Anónimo : ... E acima de tudo, sobreviveu a toda essa tragedia um jovem adolescente que vai carregar para toda a vida o trauma da perda do pai. Ele pode estar a ler, ou vir a ler no futuro estes comentarios, que em vez de lhe aliviarem o fardo, apenas encontram acusacoes, sentencas e insultos a memoria do pai dele, que mesmo que tenha sucumbido ao desespero, deixou-lhe uma mensagem de vida e de bem querer! E' preciso ser-se muito insensivel e desumano para nao se compreender isso! ANTONIO, ENCONTRA LUGAR NO TEU CORACAO PARA COMPREENDERES E PERDOARES O TEU PAI! QUANTO AOS COMENTARIOS OFENSIVOS QUE POR AQUI ENCONTRARES PERDOA-LHES QUE ELES NAO SABEM O QUE DIZEM. CONCENTRA-TE APENAS NOS BONS SENTIMENTOS DA MAIOR PARTE QUE TE QUEREM BEM! ENJOY YOUR LIFE!!!
Anónimo : Bonito discurso, muito bem. Mas, infelizmente, nao chega para dar esperancas. Diz muito bem: “quem faz o estado sao os cidadaos, num quadro democratico. Num outro contexto que nao esse, os cidadaos sao feitos pelo estado”! Nem mais: em Angola e muitos paises africanos, os cidadaos foram sempre e continuam a ser feitos pelo estado, proclamacoes de democracia nao obstante!!! Ao ponto de o lamentavel suicidio de um individuo, que ate teve a ombridade de, apesar das terriveis circunstancias que o levaram a isso (nao esquecer a prisao da mulher e de outro filho no seu regresso a Angola um ano antes), desculpabilizar quem quer que seja e assumir toda a responsabilidade para si, ser entendido como um acto “anti-patriotico” e um “atentado ao bom nome do pais”!!!! Essa e’ que e’ a realidade mental, psicologica e ideologica gerada pelo estado que se acha dono nao so do pais, mas tambem da vida individual de cada cidadao!!! E’ bem verdade que Roma e Pavia nao se fizeram num dia e todos os paises teem os seus problemas. Mas tambem e’ verdade que nenhum outro continente apresenta taxas de emigracao em massa para a Europa como o continente africano… So este ano abordaram as Canarias mais de 20 mil africanos de varias origens, visando entrar na Europa! Para alem desses, quantos milhares sairam a uma dada altura, regressaram, mas voltaram a sair passado pouco tempo?! O que e’ que isto nos diz sobre a qualidade das governacoes em Africa? Penso que e’ isto que tem que ser devidamente ponderado se queremos ter algum orgulho em ser quem somos e vivermos a nossa vida com esperanca todos os dias para podermos ser uteis aos nossos paises. Se eles assim o quiserem…
Da Silva (Uma mensagem de esperança): É mais um triste desfecho,de muitos que optam por continuar por terras alheias,a espera que a sua,lhes apresente uma realidade melhor,a todos níveis.Embora seja uma situação que se aceite,se lamente e respeite legitimamente,é para mim condenável e certamente não é por aí o caminho.Se assim fosse a cada dificuldade,no mundo não restava ninguém.Dificuldades todos enfrentam em qualquer parte do mundo,dentro de nós tem de haver a corajem de vencer o que vai surgindo.Trata-se de uma questão cultural,transversal à países inteiros bem como a pessoas individuais.Cabe a cada um redescobrir sua força interior e o seu próprio caminho para a felicidade.Não é só um trabalho dos governos políticos mas de cada cidadão em qualquer parte do mundo.Se se estiver sempre a espera do estado,ninguém vai a lado nenhum.Quem faz o estado são os cidadãos,num quadro democrático.Num outro contexto que não esse,os cidadãos são feitos pelo estado.O Reino Unido é o que é graças aos seus cidadãos,conjugados por melhores elítes políticas que foram surgindo.No caso angolano,muito ainda falta acontecer,seja individualmente seja politicamente,para se chegar a melhores realidades sociais,cabendo a cada um fazer a sua parte,o seu melhor,sempre,sem desistir,doutra maneira,não se chega a lado nenhum.A nossa felicidade está dentro e não fora de nós,logo só nós a podemos determinar.
Anónimo : Se fosse assim tao facil nunca ninguem se teria suicidado no mundo! E para quem acredita em Deus, so este pode condenar um acto desses. Para quem nao acredita, entao cada ser humano e' dono da sua vida e ninguem tem o direito de o julgar!
alex_ cardoso (alex_cardoso06@yahoo.com.br): Foi um acto pouco louvavel,reprovavel em todos os sentidos esta a titude nao foi um a atitude hunama, o cidadao nacional que em vida chamou-se Manuel Barvo,dificuldades existem dos um pouco por todo mundo a mas nao fazem isso ou nao tenhem essa atitudes tao dis-humanas com a do nosso malogrado patricio nao e por causa de dificuldades que passamos que nos alto daremos o directo de tirar a propria vida faltou discernimente na actitude tomada pelo malogrado Manuel Bravo,sinto-me triste com tal brabaride mas com tudo espero que esteje a discansar em paz...
Anónimo : O Manuel Bravo, paz a sua alma, nao renegou o seu pais, ele eh que foi renegado, tal como a maioria dos Angolanos, pelo governo do seu pais! Mas, mesmo assim, soube perdoar na hora fatidica e nao quiz culpar ninguem. Sera que o governo de Angola tera humanidade suficiente para corresponder a tao alto grau de altruismo de um cidadao ceu levado pelo desespero?
angolana (rudegirl1983@yahoo.com): eu comento neste caso com muita dor no coração, MEUS IRMÃOS O TRIBUNAL DE DEUS EXISTE E TODO MUNDO SERÁ JULGADO SEGUNDO AS SUAS OBRAS, AS ALMAS DOS DELIQUENTES, DOS MENINOS DE RUA, DAS ZUNGUEIRAS, DOS NOSSOS PAIS DESEMPREGADOS, DAS PROSTITUTA, (Q QUER GANHAR O PÃO), DOS Q MATAM PELA FOME, DOS Q ROUBAM TELEMOVEIS POR CAUSA DO PÃO, QUEM PAGARÁ POR ELAS, O TRIBUNAL DE DEUS EXISTE, ENTÃO PRA TODOS Q SOFREM EM ANGOLA, " O TRIBUNAL DE DEUS EXISTE" VOS AMO MEU POVO FAÇAM COMO EU NÃO VOTEM
manuel (manuel250@hotmail.com): e triste mas entre a morte e regressar para angola e claro regresso pra banda a europa tb nao e paraiso como muitos pensam
Anonimo : Em primeiro lugar desejo as minhas condolencias a familia em geral,em particular o Antonio q esteve no teatro do ocorrido. Caso deste genero demostram mais uma vez q o nosso pais esta ser mal gerido, o cidadao preferindo a suicidio a nao o regresso a patria q lhe viu nascer! N e de admirar p muitos Angolanos q estao espalhados por ai no mundo e sem contrl de ninguem.Alguns comentaristas aparecem q nos na diaspora temos lavdo pratos e o poq q n podemos o fazer dentro do pais,respondendo esta tua pergunta aha mta diferenca atravez do salario eu aceito lavar a loica em angola se dao um salario compativel q me permita pagar a renda, escola p os filhos,e condicoes socias, visto q uma pesso q lava loica pode pagar um empregado administrativo angolano,vejamos com £1500pound mensal eu e mtos de nos te esforcas a fazer este trabalho, salario sem atraso passa direito na conta.parem de ofender a gente da diaspora todos estamos a lutar com um objectivo comum o desenvolvimento e o bm estar das nossas familias e o pais em geral. Nao esquecendo q tdo isto esta acontecer por falta da independencia total no nosso pais resultado da luta de um heroi Angolano q queria ver o Angolano no seu proprio lugar,nao sou de nenhum partido politico mais mais honro a ideologia do Dr,Savimbi.no lado positivo da sua obra.
YA MANDHUDI (USA): Deus nos proteja!E assim pra quem nao sabe perguntam quem esta em Angola, ha uma fila tipo a cobra anaconda a querer ir para as bandas. E triste por esses charlatoes dos governantes vao nos paises falando de boca para fora que o pais esta bom quando e uma miseria,fazendo com que muitos angolanos exilados sejam repatriados por que tem inveja e so querem os seus filhos e familiares la a gastar a massa do povao, mais vale fora do pais em que pessoas sao respeitados pelo que fazem e nao supostamente como em angola que tudo por cor, influencia, em fim pelo que sao...
anthóny le vieux pithon (mt aténção malanjinho): isto tambem não é assim como estas a pençar.as mas condições em que ang se encontra é que obrigão os cidadões a estarem sempre a desmarcar do pais.
MANUEL (malange): E de lamentar a vida de um homen que se foi, mais discordo com alguns comentaristas que dizem que a resoluçao depende do governo,purque nao volta para angola, se la nao estava a se oucupar de alguma coisa, lavam pratos no exterior e em angola ficam com vergonha,a proveniencia destes factos aprimor digu-vos que e vergonha de voltar so com uma muda, muito obrigado,
kafaia (viana): real mente é triste para nos mangoles é melhor votarem com cabeça e iteligência nas proximas eleições.
O Fantasma (da opera): O 11 de Novembro de 1975 já ocorreu há demasiado tempo para continuar a haver desculpas que justifiquem que os cidadãos de Angola na diaspora, prefirem o suicidio, a terem de voltar a entrar em Angola. Acho que chegou a altura dos Angolanos pedirem ajuda aos paises Europeus, por forma a terem gente PROFISSIONAL a gerir esse País. Caso contrario, daqui a 50 anos estará tudo na mesma. ALGUEM AINDA DUVIDA ?
animoso (algures no mundo): de facto eh lamentavel q tal tenha acontecido ao o nosso concidadao manuel bravo mas; nao nos cabe a nos julgarmos, condenar ou aprovar tal atitude. por motivos mais futeis tira-se a vida (nossa e alheia), a titulo de exemplo a tempos foi anunciado q um cidadao ingles suicidou-se porque era vitima de gozacao no seu local de trabalho. este homem estava nos seus cinquenta anos de idade, um emprego estavel, filhos adultos e uma vida digna mas nao obstante a sua maturidade' faltou-lhe algo, q era o descernimento para buscar a solucao do problema q o afligia.isto eh algo q esta sempre ao nosso alcance, por veses ao nosso lado com um colega de trabalho, um amigo, um filho, seja quem for ate na rua com um desconhecido, diz-se q "nao ha mal q sempre dure nem ha bem q nao se alcance" o necessario eh a gente buscar ajuda quando dela necessitamos, a raca humana sobreviveu desde os primordios da sua hexistencia ate ao estagio actual atraves do espirito de entreajuda, o nosso irmao manuel bravo nao sobreviveu ao desgaste psiquico q sertas cituacoes da vida nos acarretao mas isto porque igualmente nao procurou o devido apoio ou talvez as pessoas q o rodeavao em vida nao se dedicarao efectivamente no acompanhamento do seu problema! isto deve servir unica e simplesmente de exemplo as milhares de pessoas q por divercos motivos sofrem, q nao deixem de procurar ajuda porque a esperanca eh a ultima a morrer, q a vida eh so uma e deve ser vivida da melhor forma possivel, nao importa as circunstancias e onde se estiver. eu pessoalmente e como muitos, dou gracas a Deus todos os dias por estar entre os vivos e por cada milesimo de segundo desta vida q me eh dada. obrigado e boa sorte a todos!!!
Algo (França Toulouse): E de lamentar a sua dicisão e respeitar e triste porque os que vivem é que sofrem especialmente a criança que entra na adolescencia sem o afecto do Pai porque não é um instituição e um Estato que lhe vai dar afecto e amor partenal.
Anónimo (França- Toulouse): Para este caso é de lamentar atitude do nosso compatriota, porque se costuma a dizer que a morte não é a solução para os vivos e o amor parnal nao se troca com uma instituição ou um Estado. Eu penso que ele diviria continuar a luta, porque existenm casos na Europa de anos sem documentos e as familias continuam unidas.Os meus sentimentos para toda familia em espicial a esta criança que começa a sua adolescencia jà Orfam de Pai.
kavalandunga : Caro F.Dias, graças a deus leio bastante talvez mais do alguma vez o senhor irá ler, obviamente poderá não concordar com a minha forma de ver as coisas, mas não lhe da o direito de dizer que leio pouco, a liberdade de expressão que existe no país onde vivo premite expressar me livremente e dizer aquilo que penso, desde que devidamente fundamentado e sem atingir a liberdade dos outros. Queria lhe dizer tambem que em Angola houvera eleições que legitimaram este governo, o povo escolheu se escolheu mal so o tempo dirá e só povo pode retirar o poder a este e qualquer outro governo.
JA (Luanda): Como esse filho poderá viver sem o auxílio do pai? Será que com o seu o suicídio acabaram-se os problemas? claro que não. Portanto esta não é a solução.
Anónimo : Se o Governo concedesse bolsas de estudo internas aos angolanos mais necessitados, creio que esta situação poderia se evitar.
Anónimo : Se o Governo concedesse bolsas de estudo internas aos angolanos mais necessitados, creio que esta situação poderia se evitar situações do género.
Kanhokono (Samba-Luanda): primeiramente, os meus pêsames a família enlutada porque é sempre uma morte, apesar de ser um suicídio e ninguém tem o direito de tirar a vida a outrem nem a si mesmo. Que o filho consiga obter ajuda do governo britanico e continuar os seus estudos, já que no nosso país isto não é mesmo possivel, e esta é já para o Capuete que disse que a imagem de Angola não é aquela que se propala lá fora, gostaria de saber qual é a imagem que ele tem do país. Eu nunca saí destre país sempre viví aqui e conheço bem este país e falo-vos com propriedade, senhor Capuete, o senhor deve ser doente, ao querer contrariar o óbvio mas enfim, cada cabeça a sua sentença. Agora ao senhor Fernando Huambo, e duvido muito que seja seu nome verdadeiro, por isso nada de criticar os outros porque no fundo todos aqui neste espaço estão sob anonimato mesmo aqueles que colocam nomes: O senhor queria que alguém em pleno casamento da filha do Deus de Angola dissesse que não estava de acordo, o senhor Fernando Huambo sabe o que acontece a quem contraria o Deus de Angola? lembras-te o que aconteceu ao Nito Alves, Helder Neto, Ricardo Melo e Nfulupinga Lando Victor, entre outros? De certeza que sabes. Então não fale atoa está bem Fernando Huambo JES.
santolas (LUANDA): È deveras lamentável o que se noticiou e aconteceu a este cidadão,se Angolano ou suposto,não sei,mas era um cidadão que a dada altura renegou a sua pátria,porque não queria de maneira nenhuma queria saber de Angola. Esqueceu que o país está em desenvolvimento,está a crescer e contariamos com ele,mas,renegou ao tal ponto de por termo a sua propria vida... sem comentários,porque para o seu filho fica a imagem de um pai que faltou a coragem de assumir a sua identidade,não sei como viu o mundial da alemanha.... Os meus pesames para a sua familia e todos quanto lhes foram queridos...fui...
Anónimo : Não se deseja morte, mas foi melhor ele ter morrido. Porque são esses que fazem tudo para manchar o Pais. deve ser um UNITA.
DM (Sumbe): Há comentários que deixam muito a desejar, lamento simplismente. Agradecia que não confuncissem as coisas (fucinho de porco com tomada de luz) são coisas completamente diferente. Tenhem muito racismo nas veias, isso não bom senhor anomimo.
Bamboleiro (morango04@hotmail.com(Holanda)): As minhas condolencias a familia do senhor Bravo e ão seu filho. É bastante triste ver um Angolano morrer deste jeito tão jovem com muito para contribuir ão dezemvolvimento do seu país. Se vivendo na Inglaterra na situação em que ele vivia era bastante dificil, imagina os nossos irmãos e irmas em Angola, portanto não se esqueçam que diariamente suicidam-se jovens em Angola devido a pobreza… Angola esta a ser governada por assasinos e criminosos.
XXXX (Luanda): Caros amigos, È provável qeu o mologrado sofria problemas mentais, senão toda gente na situação dele haveria de fazer o mesmo. Angola tem muitos problemas e verdade, mas nos acordamos todos os dias com amor a VIDA ainda que haja coléra, malária... etc... A sua familia e amigos os meus mais sinceros sentimentos de pêsar...
F.dias (Norway OSLO): esta vai pra o Kavalandunga, deves ter pouco conhecimento do que dizes sobre governo e MPLA, deves e nao confundir as coisas ou palavras entre GOVERNAR,GOVERNO E MPLA, e para o teu conhecimento, nao foi o MPLA que o povo escolheu para governar, ate porque sempre que o povo tentou escolher, o Mpla nunca deixou. leia muito e mais.
Avo Teixeira (Ottawa): Este eh um problema de mah educacao que afecta o nosso pais! Quem disse que o presidente eh um rei? Quem disse que presidente deve ditar com quem seus filhos devem ou nao casar? Alias, quem eh este anonimo para invadir - publica e grosseiramente a privacidade do presidente quem seria o cidadao Eduardo dos Santos? Quem eh o tal anonimo para ditar o que o presidente e sua familia privativamente devem ou nao fazer?
Capuete (Luanda): É triste que um home decide dar cabo da sua vida por uma questao que teria uma outra saida. Se o falecido regressasse a Angola, poderia ver que a imagem do pais nao é aquela que anda por ai. Agora, ao Sr Anonimo acho muito triste que procuremos questoes sociais para meter assuntos racistas, tribais e sobre tudo atacar o presidente da republica. Ele pode ser aquilo que é mas temos que ter um espirito critico para nao cair nao abismo. Querido anonimo, nao cultiva a divisao. FFV.
Anonimissimo da Silva Salva e Silveira : Ja repararam como ha aqui individuos que so fazem comentarios sobre questoes raciais que envolvam portugueses e estao-se marimbamdo pra tudo o resto que aconteca a Angola ou aos Angolanos? Mas dizem-se mais angolanos que Nzinga, Kiluangi, Nzinga Nkuma, Mandume e todos os outros juntos! Interessante, nao e'?
fernando huambo (S.Paulo): É pena que o Sr.Anónimo, se esconda atrás do anonimato.Talvez um pouco de coragem, não lhe ficaria mal.O Sr.critica o Presidente da Republica, por este ter concedido a mão de sua filha a um português? Porque?O Sr. Anonimo tem razões que poderiam ter evitado esse casamento?Por que a noiva,ser negra?e o noivo branco?Por ele ser homem culto?E a noiva, também o é.O Sr.Anónimo conhece a noiva?Não foi convidado para o casamento?.Lastimavel que ainda haja gente como Sr.O sr,pelo menos é racista ou xenofobo?É preconceituoso?Deveria ter estado presente,aquando do enlace matrimonial e quando é feita a pergunta" se há alguém que seja impedir este casamento...." o sr.deveria gritar: eu, não quero esse casamento, ele é branco e português, ela, negra, rica,filha do Presidente da Republica.Mas o sr.anónimo ficou calado e agora ter não entender a mente do Senhor Presidente da República.Olhe,nós é que não entendemos a sua.Para a proxima vez, diga o seu nome,nem que seja de brincadeirinha, de mentirinha,pois tenho a certeza que o seu nome, não o dirá nunca.E sabe porque o não diz?Com medo de cair no ridiculo dos seus amigos, se é que os tem.
Anónimo : jose eduardo dos santos e o culpado de tudo iso
Anónimo : sera q se poderia melhorar a situacao social dos angolanos, sera possivel uma melhor distribuicao das riquezas que o Pais possui afim de se evitar que algum outro angolano prefira a morte a regressar ao Pais?! Aqui a aminha pergunta e apelo a todos os Angolanos de Bem! Paz a Alma desse infeliz e sorte ao ndengue Antonio!
Rezando (Luanda): suicídio nunca é solução. Rezo pelo falecido e pelo filho.
Outra (Distraída): Porquê trazer este assunto a baila novamente qdo alguém aqui já chamou atênção que isto ocorreu há um ano atrás? Vamos respeitar a memória do FALECIDO, e respeitar o direito de escolha de cada um.
Kavalandunga (lx): Angolanos todos nôs somos cumplices de tudo que se passa em Angola, parem de estar sempre a culpar o governo, parem de estar sempre a culpar o Presidente JES, a culpa é simplesmente nossa de todos os angolanos, pois o MPLa governa com o nosso consentimento, ganharam as eleições porque nôs quisemos na altura que ganhassem, eles fazem e desfazem porque nôs queremos que seje assim, a sociedade civil é o que move um país e é a força mais forte dentro de qualquer Estado, quando os angolanos quiserem vão ter outro governo, vão sair as ruas, vão dizer basta, até la muitos pais vão se matar para tentar salvar o filho. Somos todos cumplices da mesma vergonha.
neves quitando (berlim2006): ...este artigo é estranho? mas é o resultado das leis rigidas dos Países europeus,. e espero que aquels que desbundam em angola os seus dias saibam que chegaram... tudo tem limites. É doloroso continuar a ver a humilhç‼8o entr angolanos e os estrangeiro a disbundar, mais claro é gostara que as nossas leis fossem também firmes...estou csiente que é pssivel com a unidade.uniäo unidos
Anónimo : comu e possivel o presidente de angola permitir que asua filha case com um portugues???? realmente eu nao entendo a mente deste senhor.
angola perdida (luanda): isto è normal o mpla nào quer saber disto morte eo que mais emsiste em angola se èles mèsmo no poder se em venenanam em quanto mais uma morte de um angolano conplementar poca vergonha para o pais que ate angolanos suicida-se para garantir ào governo britanico ajudar o seu vilho josè eduardo dos santos estas vidas um dia vais pagar vose e atua mulher ana cornuda
Anónimo (muanamavinga): Aos familiares vivos, os meus mais sentidos pêsames e que seu filho António cresça em idade e sabedoria com a certeza da mudança. Seria bom não se experimentar mais situações destas, bastam. Devemos pôr os olhos na educação, civismo e honra deixados há 30 anos pelos nossos educadores. Naquela altura nada disto poderia acontecer, com tamanha prosperidade e seriedade. Qual o político, industrial ou comerciante que se mostrava aos seus concidadãos com a arrogância e ostentação dos dias de hoje? Aqueles políticos, industriais e comerciantes, o que fizeram para o engrandecimento de Angola? Será que maltrataram, expoliaram, roubaram e nada construiram em Angola? Então a quem pertence a iniciativa e construção de: Avenidas, ruas, estradas, casas, prédios, escolas, hospitais, clínicas, igrejas e outras infra-estruturas: aeroportos, aeródromos, aero clubes ... hospitais em roças, plantações, irradicação da malária e controle de outras doenças, etc., etc., etc.. Quem implantou a desgraça, destabilização social e económica e a destruição da pessoa humana? Ponham a mão na muita ou pouca consciência que ainda possuam e vamos mostrar ao mundo, onde estão as pessoas de valor, em vez de andarmos uma eternidade a mentir, mas, felizmente, já de pouca aceitação. Nós,Angolanos, negros, mulatos ou brancos, cansados de tanta mentira e roubo, na diáspora há mais de 30 anos, vamos entrar em Angola, com o nosso dinheiro, com as nossas habilitações com o fim de arrumarmos a casa de uma vez por todas, uma vez que abarcamos todos os sectores da vida empresarial, a começar na banca e acabar nos diamantes, petróleo e por fim na política, sendo esta a primeira a ser devidamente arrumada. Faltam poucos dias para o arranque desta maratona. O mundo está conosco.
Rinoceronte (Cazenga): Caros compatriotas e companheiros de sofrimento. O Chefe do Governo angolano,é culpado por todas as desgraças que os angolanos estão a passar. Já há quem me disse que preferia viver morto em Londres, do que vivo em Angola. Estudem as formas para retirar estes anti-humanos, anti-sociais...,do poder (de forma pacifica)aguardando as eleições.Ok? espalhem papelinhos em todas as ruas do país a solicitarem votos contrário a camisola destes. Interpretem este meu pedido como uma faculdade que me é conferida Ok?
anonimo (hollanda): Antes de tudo quero exprimir o meu sentimento de tristeza,partilhando ador como Angolano,com o filho em questao. Quanto ao pai este nao seria a frma mais correta de achar a solucao,e bem verdade que a vida na europa nao e facil,mais tambem a europa nao e um lugar cimentado de ouro,que a morte deste seja tambem um motivo de reflexao para nos que ficamos. Desejo tudo de bom para o filho que Deus tome conta dele...
Da Holanda. (v.mahola@chello.nl): É com bastante tristeza que li esta noticia!Apelo aos nossos compatriotas angolanos para nao julgarem o malogrado,e ás nossas entidades governantes para reflectirem sobre o sucedido.É lamentavel que casos destes aconteçam,já aconteceu muitos casos destes também na Holanda,e casos do genero tambem acontecem em Angola pelas mesmas razoes que levaram o compatriota Antonio a suicidar-se!Gostaria de saber um pouco mais sobre a vida dos angolanos em outras partes da diáspora,gostaria de entrar em contacto com associaçoes ou Indidviduos dentro de paises como Portugal,Inglaterra,Espanha,Italia,Luxemburgo e França.Podem contactar-me atravez do meu e-mail,e gostaria tambem de entrar em contacto com a compatriota que assina com o nick "ANGOLANA" para troca de informaçoes!Obrigado.
Anonimo (Anonimo): Que situaçao, complicadissima. Meu deus, os angolanos, ja nao gostam de angola, ate ao ponto de suicidarem-se. O que se passa com este " nosso" e ou " deles", país? Isso está amaldiçoado. Agora, penso que as autoridades, embaixada angolana em Londres, se é que existe, deveria velar pelo futuro deste menino. Penso que o estado angolano, deveria arranjar uma bolsa para esse desgraçado, que viu o pai partir, para salvar os seus estudos e a sua vida. Fui.
ATÉ QUANDO SUICIDOS POR ESTE MOTIVO? / JÚLIO : Angola país RIQUÍSSIMO que é. É lamentável e revoltante peder seus filhos por razôes evocadas ( este caso nâo é o primeiro).Nâo é só ministros, deputados, embaixadores, generais... que tem direito a boa vida ! O "ZÉ NINGUÉM" tambem tem direito de viver pelo menos em condiçôes condignas. As riquezas do país permitem este "sonho". Senhores que estâo lá em cima, nâo deixem o povo continuar a sofrer ! Para o nosso irmâo MANUEL BRAVO que deus o tenha e que protege o filho ! Júlio / Dortmund
Anónimo : Irmao nison bayaya, vo tentar responder o pouco que eu intendi do seu comentario, primeiro nao se ja viste na europa, quando falo da euroapa nao é portugal mais Franca, Alemanha , Inglaterra, Hollanda, Suisa. aqui a maioria dos Angolano ca estao, muito foram Ngunda hoje sao residente outro ja com nationalidade, talves nao vai intender a palavra Ngunda é Asilado o bem dizer refugiado, neste Pais em sima cheguei de sitar quando chega um refugiado seja de que nationalidade o tempo todo vive na quele Pais é na custa do governo deste Pais paganhe casa dao lhe todos fin do mes dinheiro para sobre viver e paga o seguro da doenca, estou a dizer todo tempo que estiver a viver, os que o seu refugio é aceitado é que tem direito de permanecer definitivo ca os que nao sao a ceitado é os que sao repatriado no caso desse irmao. Por isso nega muito Angolano voltar porque nao a condicoes para o futuro, piore se tiver crianca como esse irmao, eu acho se ele fez isso so queria o bem do seu filho, isso seria mesma coisa voltar depois de 1 mes a panha uma colera o malaria e morre, como os que venha da europa os nosso anticorpa é muito facil ser contaminada com esse tipo da doenca, muitos antes de ir na africa apanha vacina contra essas doenca, no casso desse irmao se volta-se sem dinheiro podia ser dificil comesar a vida no Pais onde nao tem em prego de nao ser os Kinguila
Nixon Mabaya ( Dubai - Emirados Arabe Unidos): Meus amigos, todo o mundo está criticando o governo, pois para os cegos o governo é só o MPLA, esquecem-se que a UNITA, também faz parte do mesmo e outros partidos. SE Angola está decadente todos nós os que vivem no interior e os que vivemos na diáspora somos responsáveis, porque continuamos a apoiar partidos que só pensam em dinheiro, sejam eles o MPLA, UNITA, FNLA, PRS, PSD etc, porquê que não nos juntamos e criamos um verdadeiro partido, com pessoas que não estão ligadas ao poder e a nenhum partido? Quanto ao finado Bravo, lamento a morte, mas pergunto: Aonde foi ele buscar o dinheiro para pagar a passagem para ele seus filhos e mulher, como viveu durante estes 3 anos no Reino Unido, sabendo nós que a vida por lá é bastante cara? Será que todos que ficaram em Angola, e que estão a estudar são todos filhos do papai, de generais,ministros ou deputados? SE ele em Angola, não podia viver porque é impossível viver-se, nem dar condições aos seus filhos, continuo a perguntar aonde é que ele arranjou dinheiro para a viagem e sustentação no reino unido, quando todos nós sabemos que para arranjar BI, passaporte, vistos, aeroporto, etc, temos que corromper alguém? Respondam-me, obrigado!...
Don William : Para aqueles que criticam o Ze Edu todas desgracas que o pais vive e culpa dele.. falar sem fazer nada, e como uma tormenta num "baso de agua" como e que um pais onde que dizem todos sao tao sabios, nao conseguem enfrentar o tal presidente que pensa que o pais e como se fosse uma propriedade privada. Falar sem fazerem nada isso vai continuar, e triste este tipo de noticias. Os que defendem Inglaterra, eu respeito isso, mais American mais uma vez "Canada and USA are the best" isto ca, o governo estaria na barra da justica. Mais como ai e outra historia nao passou nada...
Don William : Para aqueles que criticam o Ze Edu todas desgracas que o pais vive e culpa dele.. falar sem fazer nada, e como uma tormenta num "baso de agua" como e que um pais onde que dizem todos sao tao sabios, nao conseguem enfrentar o tal presidente que pensa que o pais e como se fosse uma propriedade privada. Falar sem fazerem nada isso vai continuar, e triste este tipo de noticias. Os que defendem Inglaterra, eu respeito isso, mais American mais uma vez "Canada and USA are the best" isto ca, o governo estaria na barra da justica. Mais como ai e outra historia nao passou nada...
Angolana : Para uma melhor clarificacao desta historia, o infortuno acontecimento teve de facto lugar a 15 de Setembro de 2005. O que trouxe de novo a historia as paginas dos jornais esta semana foi a divulgacao dos resultados do inquerito oficial as circunstancias do acontecido, que foi exigido pelo Reverendo Alistair Kaye da Igreja 'Christ Church' que o Manuel Bravo frequentava na cidade de Leeds. O relatorio divulgou pela primeira vez as cartas deixadas pelo falecido explicando as razoes para o seu acto, que ocorreu na vespera da data prevista para a sua deportacao. Tanto pai como filho, que ja viviam em Leeds ha 3 anos, estando o filho a estudar numa escola local, foram detidos num raid na madrugada de 14/09/05 e enviados para o centro de detencao de Yarl’s Wood, Bedford. Segundo outros dados da BBC ha informacoes segundo os quais a esposa e um outro filho do malogrado terao sido presos quando regressaram a Angola em Novembro de 2004. O Antonio esta agora entregue aos cuidados de uma familia adoptiva local.
Um tal (Caxito): Com muita tristeza li este artigo.os angolanos, preferem morrer longe da patria porque o governo nao respeita o angolano. HA tanta falta de respeito que ate a noticia levou um ano para ser publicada. o que oucorreu a 14 de Setembro de 2005, so e publicado em Setembro de 2006?
Anónimo : Muito triste! Mas tudo isso é porque angola nao oferece boas condicoes nem de estudo ou de vida. Só vive bem quem é general, ministro, presidente ou embaixador.
man-berna-limburg-hasselt-belgica : ai que der é esse de acontecer isso em primeiro devemos pedir que deus possa receber essa alma e desejo um bom reposo , e por outro espero que o governo de angola em londres possa dizer qualquer coisa , e esperamos os ditos deplomata possa ver isso ele é um angolano e é uma alma nao podem considerar como é do vosso habito de deixar passar os assunto ccom esse ,e espero que todo povo angolano possa ver como é que as coisas esta a se passar quanto uma vez que nao tinha necessidade de deixar o pais com tanta riqueza que o pais tem e eu até adimiro muito com esse pais mas vamos dar o tempo que possa resolver os dias sao contados o tempo de mabuto ja acabou tambem falta o homem que tem 28 anos da governacao
man-berna-limburg-hasselt-belgica : ai que der é esse de acontecer isso em primeiro devemos pedir que deus possa receber essa alma e desejo um bom reposo , e por outro espero que o governo de angola em londres possa dizer qualquer coisa , e esperamos os ditos deplomata possa ver isso ele é um angolano e é uma alma nao podem considerar como é do vosso habito de deixar passar os assunto ccom esse ,e espero que todo povo angolano possa ver como é que as coisas esta a se passar quanto uma vez que nao tinha necessidade de deixar o pais com tanta riqueza que o pais tem e eu até adimiro muito com esse pais mas vamos dar o tempo que possa resolver os dias sao contados o tempo de mabuto ja acabou tambem falta o homem que tem 28 anos da governacao
Anónimo : Olhem compatriotas, os que estao a espera que o governo se preocupe com estas coisas, lembrem-se do que o Fidel disse em relacao aos cubanos que nao param de fugir aos milhares para os USA: "no los queremos, no los necessitamos"! Por isso, coragem! PS: parece que o Bin Laden esta gravemente doente com malaria, ou segundo algumas fontes ate ja morreu...
Andulo (Angola): Muito triste ler isto. Um pais tao grande so para alguns. Que o Antonio se torne um grande homem e que estude muito como pediu seu pai.
Avo Teixeira (Ottawa): Ainda nao me recompus desta enorme tragedy dequem em vida foi Bravo. No one really should have. E eu me refiro em Ingles porque o caso envolve britanicos e espero que eles leiam o que tambem deixei claro no site da BBC. And thank God the child is still alive. Now, every one, either Angolan or Britain must look at this poor child as a victim of our own indifference and then find a compelling way to help him. He got to recover. I hope, he can study and go further. That is going beyond the barries on which his father sadly has crashed. Time and again, we Angolans, as a nation should stop for a momment and think carefully. What is it we all want to our people. What can we do, not only to protect Angolans but and more importantly to take advantage - as much as we could - off thousands of our own people who remain abroad and yet are far eager to go back home and resettle in Angola once and for all. Will it come true once upon a time? Coragem e boa sorte a todos.
Avo Teixeira (Ottawa): Ainda nao me recompus desta enorme tragedy dequem em vida foi Bravo. No one really should have. E eu me refiro em Ingles porque o caso envolve britanicos e espero que eles leiam o que tambem deixei claro no site da BBC. And thank God the child is still alive. Now, every one, either Angolan or Britain must look at this poor child as a victim of our own indifference and then find a compelling way to help him. He got to recover. I hope, he can study and go further. That is going beyond the barries on which his father sadly has crashed. Time and again, we Angolans, as a nation should stop for a momment and think carefully. What is it we all want to our people. What can he do, not only to protect Angolans but and more importantly to take advantage - as much as we could - off thousands of our own people who remain abroad and yet are far eager to go back home and resettle in Angola once and for all. Will it come true once upon a time? Coragem e boa sorte a todos.
Avo Teixeira (Ottawa): Ainda nao me recompus desta enorme tragedy dequem em vida foi Bravo. No one really should have. E eu me refiro em Ingles porque o caso envolve britanicos e espero que eles leiam o que tambem deixei claro na site da BBC. And thank God the child is still alive. Now, every one, either Angolan or Britain must look at this poor child as a victim of our own indifference and then find a compelling way to help him. He got to recorver. Hope, he can study and go further. This is going beyond the barries on which his father sadly has crashed. Time and again, we Angolans, as a nation should stop for a momment and think carefully. What is it we all want to our people. What can he do, not only to protect Angolans but and more importantly to take advantage - as much as we could - off thousands of our own people who remain abroad and yet are far eager to go back home and resettle in Angola once and for all. Will it come true once upon a time? Coragem e boa sorte a todos.
Anónimo : U MPLA QUE MATOU 80 MIL ANGOLANOS NO TEMPO DO AGOSTINHO NETO, VOCES ACHAO QUE ELES ESTAO ENTERESSADO NA MORTE DESTE IRMAO? QUANTAS CRIANCAS MORREM TODOS DIAS EM ANGOLA, QUE ESTE MPLA POUCO SE LIXOU?
Avelino Bongo (Linobongo@hotmail.com U S A): Os meu sentimentos,peco principalmente aos nossos psicologos tao poucos que sao para que com atencao vao analisando esse tipo de acontecimentos tristes "Sentimentos"
Divina (Londres): E lamentavel e triste! O sofrimento esta em toda parte do mundo,os Ingleses dizem um proverbo(not meet a death, wait util it's come)no caso do sonhor Manuel ele foi se encontrar-se com a morte.Para nos que ficamos todos os problemas tem solucao, Deus sempre a jude.
Anónimo : Querido irmao porque se suicidaste? Em qualquer parte do mundo a vida nao e' nada facil. Nos todos estamos a passar mal na EUROPA,mais esta nao seria a tua decisao,meu querido. Que Deus protege a sua alma
Hitalo Cinco (Brasil): Entende-se que a vida é feita de decisões, mas acredito eu, na minha forma de observar que a morte não era, o caminho, mas correto a seguir, muito embora devemos partir do principio de que cada um teu seu motivo. Vamos rezar para que isso não crie um desequilibro a esse jovem, dada forma trágica como morreu seu pai. Simplesmente lamentável...
cuca (uk): ja estao a comparar angola com um inferno? val apenas o inferno doque estar em angola? isso e mesmo pra refletir. gracas a deus mas 5 angolanos aqui na inglaterra pegaram a permanecia porcausa desse caso
Anónimo : o nosso pais esta a ser tao mal governado que ate agora os proprios angolanos ja preferem morrer em outros paises...e uma pena
Anónimo : Isto e o reflexo da pessima governacao de Angola, em que uns vivem que nem reis e outros abaixo dos niveis de pobreza. Se as portas se abrissem noutros paises, Angola ja nao teriam angolanos pobres pois todos estariam na disposicao de abandonar este pais da corrupcao e assim Angola ficaria apenas para os estrangeiros, Zito Mabanga, generais, ministros, deputados e os restantes ladroes. E revoltante ouvir isto ou seja a morte deste Angolano, tudo isto e da responsabilidade deste governo.
kito dorcon (kitodorcon1@hotmail.com): epá o que dizer qto a este acto macabro e pecaminoso ñ é digno nem justo alguém tirar a sua propria vida ´sobretudo por questões de miseria como o proprio malogrado deixou claro ...fostes fraco de espirito e so espero que o filho que deixastes ñ seje tão covarde como o pai ... deixo-te aqui um abraço meu caro rapaz teu pai fez mal espero sinceramente que um dia que encontres uma dificuldade na vida ñ tentes por fim a tua vida como fez teu pai ñ estou a julga-lo mesmo sabendo que ele fez mal agora o que importa és tu que tás vivo luta sempre que for necessario vida é uma benção acredita mesmo ai na inglaterra onde tu tás vais encontrar dificuldade enfrenta cada uma das dificuldades com cabeça erguida como eu faço e muitos angolanos espalhados por este mundo a fora muita coragem meu mano fica com e ñ esquece o que teu pai fez dignifica ele como homem muito pelo contrario seje diferente dele meu caro amigo ... kito dorcon de lisboa
Kamazangamene Ntelo Maka(Essen-D-) (O Amigo Nelson-Brasil,deveria ao menos dizer algo!): O Amigo Nelson-Brasil;deveria ao menos saber a realidade da sua propria Pessoa;do que dar um exemplo de um Pastor que por sua vez este Pastor,te aldrabou no Sangue,no Espirito,etc etc-e tu acreditas que este e um Salvador do Mundo com as palavras que so pode mais desgracar,muitos dos quais se encontram na mesma situacao a que hoje estamos falando!.Brasil esta cheio de Pastor que so desejam safar-se da Misseria etc etc como o um outro nosso Pais vizinho RDC-Congo.E tu acreditas nestas palavras!.Sabes Amigo Nelson-Brasil;voce sabes onde estas e onde nascestes...Mas naosabes donde vais;isto e do que-se fala da morte.Eu na minha Opiniao,estou contra,e digo que o falecido Manuel comenteu um erro-nao e so na sua propria vida,mas sim na vida do Filho que ele deixou sozinho com um Testamento,que ele tem que estudar!.Sozinho!?.Nelson,tens um Filho,ou Filhos?.
nelson-brasil : isso não é uma raridade traatndo -se de um angolano ,sinto muito .mas sua atitude é correta pois a vida em Angola não é fácil. assim dizia o reverendo MARTIN LUTHER KING ,não importa quanto tempo se vive mas como se vive.
nelson-brasil : isso não é uma raridade traatndo -se de um angolano ,sinto muito .mas sua atitude é correta pois a vida em Angola não é fácil. assim dizia o reverendo MARTIN LUTHER KING ,não importa quanto tempo se vive mas como se vive.
mulumbilaantonio (mulumbila1@yahoo.com.br): Manuel Antonio. Lamento profundamente a marte de mais um angolano o suicidio do malogrado tem as suas causas. Será que o seu pais se tivesse o minimo de condições para um ser humano conseguir sobreviver teria a coragem de abandonar este pais? Todos estamos em africa qual é o sul-africano da camada mais baixo abandono o seu pais para vir viver em angola onde falta de tudo um pouco é sempre o angolano não obstante o pais se dispor de muitas riquezas que sempre fica com os donos da terra e sempre os mesmos grupos que vergonha uns a morrer com fome e outros a criarem empresas por tudo que é canto de angola, convoquem as eleições e veremos se dizem aue vão ganha-las então medo de que de marcar a dadta?
Gnarls Barkley : Eu so gostava muito sinceramente de conseguir entender alguns angolanos que vivem fora do pais e que, apesar da fe e crenca que teem no governo, nao regressam mesmo depois de 4 anos de paz! Porque se manteem no estrangeiro entao? O malogrado pode nao ter culpado ninguem por escrito directamente, mas a razao que ele apontou para o suicidio e’ bastante clara: foi para que o filho pudesse estudar na Inglaterra e que tivesse o apoio dos servicos sociais deste pais! Ninguem tem o direito de o condenar, mesmo se o suicidio e’ um acto de todo reprovavel, porque ninguem sabe os detalhes da vida desse homem nem o que o levou a sair de Angola e a nao querer regressar. Mas a verdade e’ que as formas de vida que afectam a maioria dos angolanos em Angola sao autenticos suicidios lentos… o Manuel Bravo poderia ter ficado em Angola na mesma situacao em que ficou no UK devido a situacao ilegal, isto e’, sem poder estudar, trabalhar, ou alimentar a sua familia. Dai a exclusao social ou a criminalidade vai um passo muito curto e a morte nesses casos esta sempre a espreita… isto sem falar nas coleras, malarias, etc. que matam pessoas como moscas por falta de saneamento basico e cuidados elementares de saude (os tais servicos sociais basicos). Resultado, o filho acabaria quase de certeza a engrossar as fileiras dos meninos de rua de Luanda, em vez de ficar a estudar como pode fazer agora na Inglaterra… Isto apenas no que concerne as questoes materiais, porque os aspectos psicologicos de toda essa saga da emigracao angolana e da resistencia desesperada ao regresso, mesmo em tempo de paz e num periodo em que o pais tem estado a ter os seus maiores rendimentos e taxas de crescimento de todos os tempos, tem muito que se lhe diga… muito mesmo! Mas diga-se apenas que e’ mais suportavel e compreensivel ser-se discriminado racial ou socialmente como imigrante ilegal na Europa do que se-lo legalmente e sem quaisquer rebucos no seu proprio pais em Africa!
António José Massarico (Sambizanga): Até ao momento não ouvi ainda nenhum pronunciamento do nosso governo e nem se quer uma nota da Embaixada de Angola no Reino Unido, é bem verdade que não se pode acusar o governo pela atitude tomada pelo nosso irmão, mas creio que é norma a nível internacional a embaixada ou o consulado emitir um comunicado em virtude de tais sucedidos, afinal de conta é um cidadão que morreu independentemente das motivações. É triste quando deixa um orfão de apenas 13 anos e que vai ficar a cuidado do Governo do Reino Unido durante 5 anos e depois, e o nosso consulado não move nenhuma palha sequer. Estes nossos Diplomatas são uma autentica aberração, que grandes diplomatas.
SOFREDOR : é triste mais muito triste,que sua alma reposa em paz.
FM (Paises Baixos): A familia do malogrado Bravo os meus sentimentos de pesar. Esta noticia tambem acabei de ler num dos principais jornais holandes(AD). O malogrado deixou algo escrito, ele nao responsabiliza ninguem pelo seu acto, porque que temos que responsabilizar o governo de sua morte? em 4 anos de paz nao e' possivel resolver o problema de + de 12 milhoes de habitantes de uma vez. Vamos dar tempo ao tempo para que o governo consiga desembaracar-se da presao a que esta submetida. Mesmo a passo de Cameleao Angola esta a crescer, portanto e' necessario acreditar e encorajar(principalmente nos emigrantes).
Tranquilidade (Geral): com lagrima e dor q escreve: enlutada os mas sentidas condolencias a familia e ao filho principalmente. q sua alma descance em paz irmao foi uma atdd tomada por ti com vontadade a dar ao seu filho a oportunidade de se formar e q este " filho " aproveite e fasa do pedido do pai um orgulho honrre com o pedido q seu pai lhe deixa e com a oportunidade q o governo britanico lhe oferce. com este e muitos outros acontecimentos q o nosso governo tenha um pouco mas de vergonha na cara e de a mao ao seu povo afinal de conta o paiz nos e tb pertenca governo macrabo!que deus nos abencoe.
Isaac Paxe (Luanda): O triste fardo do Africano. Vitima dos outros;vitima dos seus. "Ate quando...?"
Anónimo : Só posso dizer que é lamentavél, quando um Homem tem de morrer para garantir um futuro melhor para os filhos. Nada justifica isso.
António José Massarico (servluanda@netangola.com): Antes de tudo curvo-me a familia enlutada e faço minha oração para que a terra lhe seja leve e a sua alma descanse em paz ao lado do Senhor. É com profunda tristeza que leio-o comentários de irmãos a julgarem o defunto, é facil julgar a atitude radical que este nosso irmão tomou, penso também que as dificuldades não justificam a opção tomada, mas alguns de nós já parou para reflectir, independentemente das razões adiantadas nesta comunicação, creio que houve fortes motivações para a tomada de tal decisão, como por exemplo a frustação de não ter realizado o que sonhou, não ter mais casa cá em Angola, o filho ficaria sem estudar, com 35 anos teria dificuladades em conseguir emprego etc, etc. Não é novidade para muito de nós que, muitos para emigrar venderam suas casas com o sonho de que na Diaspora a vida seria melhor, alguns conseguiram minimamente estabilizar-se, mas a maioria passa por dificuldades de varia ordem, e tudo isto fruto de politicas descriminatórias que muitos países Europeus adotaram para combaterem a emigração principalmente de Africanos. É falsa a ideia de que um mundo é uma aldeia e que todos nós somos cidadãos do mundo, como prova disto é a visão que a Europa tem de África apenas um continente bom para se fazer negocios, existe por parte da comunidade europeia; Ámerica um total desprezo para os problemas de África, temos o exemplo do que se passou no Rwanda, Somalia, Congo Democratico, só para citar alguns casos, e para melhor compreensão aconselho-os a verem o filme HOTEL RWANDA ou O FIEL JARDINEIRO, para compreender melhor o cinismo dos Europeus e a burrice tipica dos Diregentes deste continente. Torno a repetir, tudo por culpa essencialmente dos Dirigentes Áfricanos que só sabem roubar o seu proprio continente e guerrear entre si. Para quando o despertar da Africandade.
Tristeza (Em UK): Os meus pesamos a familia e amigos que perdem um entequerido. estou escrevendo com lagrimas no olho, pelas passagens que o malogrado deixou no seu bilhete. Isto prova que de facto ele nao queria muito, apenas viver para ver a formacao do seu filho ja que o seu governo(Angolano)nao pode dar facilidades aos seus concidadaos. Tenho a certeza que o falecido nem sequer consiguiu uma formacao condigna ou, se teve a formacao, nao teve um emprego condigno para suportar os seus familiares( especialmente o filho)por isso e que procurou a vida fora dos ambiciosos dirigentes Angolanos. O que sucedeu e vergonhoso para Angola so mostra o quanto os cidadaos nao confiam nos governantes. Neste momento peco aos dirigentes Angolanos que mudem de atitudes quanto a gestao da coisa publica para garantir melhores condicoes a todos sem excepcao. Ouve-se todos os dias que o pais vende ou vendeu milhares e milhares de barris de petroleo. Para onde vao os recursos que nao investem acerio na melhoria das condicoes socias? Apenas gastam em carros de luxos, viagens desnecessarias e ate mesmo no pagamentos dos estudos de inteira familia no ocidente.
Diakuzuka (mundo): isto é uma vergonha muito grande para o estado angolano, olha só até que ponto vai maneira de pensar de um angolano. MPLA VOÇES ESTÃOA LIXAR A NOSSA VIDA E VÃO PAGAR POR ISTO! :-@
Anónimo : lamento o que aconteceu a este irmao angolano, ao governo por favor fazam com que os angolanos so saiao de angola para ferias nao para emigrar. todo o mundo sabe q a possibilidades para alguns pq nao dividir para todos. pensem bem pq tb sei q voces (governo) lêe os nossos comentarios.
Verdadeiro Mangole (Luanda): Meus sentimentos para o Malogrado que o Puto na realidade faça o que o Pai queria que ele fizese.... e Agora tu KADAPHI..... devias e ver bem o teu portugues que com esta escrita não acredito que consegues entrar em angola erros gravissimos de escrita: Governo escreve-se com G e não com C.... Fiquem bem que o nosso governo fique mais atento a este problemas da nossa comunidade fora da terra...Angola
kadaphi (washington): os meus cinceiros sentimentos para com esta familha angolano como éu.espero que o cacuno não decepcina o ceu pai dengue estuda bem porque vocês um dia é que vão tar uma reviravolta neste pais atrazado isto tudo só vem provar a ma covernação que temos no pais.
E o resultado da ma governacao : A morte desse irmao entro na conta do Ze, estamos a contar quantas que ja mataste
Anónimo : O Mpla ate bateu as palma se comesamos nos se matar a sim somos os unicou que dao medo nesse Partido
O fogo esta arder mais nao estamos a morrer : E´esse miodo se crecer um dia vai vingar contra os homens do Mpla, o Papa morreu porque os maladro estao no poder, eu tambei faso isso prefeiro morrer asim que levar os meu filho na quele inferno do Ze, tu vas pagar por isso.
Faraó (100% sumbence): É como se diz jindungo no olho do outro é refresco. Se a vitima deixou uma carta para dizer quais foram as cauas que fizeram com que ele tomasse esta atitude por isso é o governo tem que intervir a este infauste acontecimento,porque a final de conta é só um menino de 13 em que o pai depositou as esperanças pode ser ate que o rapaz têm queda num ramo que esta ser explorado em angola. A família do malogradro os meus pesames e ao rapaz aquele abraço de que já sentiu o que é perder um antiquerido por suicidio.
LONDRINO : ISTO MAIS UMA VEZ PROVA O BOM QUE A NOSSA TERRA ESTA AO PONTO DE PREFERIR MORRER PARA DEIXAR O FILHO BEM. GOVERNANTES TENHAM MAIS SENSIBILIDADE E AJUDEM OS MAIS CARENCIADOS PARA QUE POSSAMOS DIZER COM ORGULHO ANGOLA ESTA A SUBIR
Fidel de Castro Ruz. MURIR POR LA PATRIA ES VIVIR. (PERO LOS HOMBRES TIENE QUE SABER MURIR PARA QUE LA): humanidad se matenga, por favor isso nao pode se repetir a creditemos em Cristo Jesus. Luisa Makamo
Paulo : Épah!mais um assunto complexo!primeiro porque de um lado esta o exemplo que ele deixa ao filho,não estou a ver o miúdo a repitir a mesma "proeza"no futuro!o exemplo de coragem na minha perspectiva poderia ser dado de uma outra forma.Por outro lado deichou-nos a (in)certeza,morrer não justifica e nem resolve nada, até porque o menino vai ficar 5 anos por razões humanitarias,e dai pra adiante ninguem sabe!o recado para outros emigrantes em situações semelhantes ou piores, a não optarem por esse caminho.Se não vamos deichar os nossos filhos nas mãos de quem não conhecemos,o que é pior?
RR (Luanda): ANTES DE CRITICAREM E CONDENAREM A PESSOA PENSEM QUE MOTIVOS E O ESTADO DE DESESPERO EM QUE O HOMEM SE ENCONTARAVA(eu não aprovo o suicidio) MAS NA VERDADE QUE SAIDA TINHA ESTE CIDADÃO VIR PARA ANGOLA FAZER O QUE AJUDAR NA RECONSTRUÇÃO DO PAIS??!!(não é o GOVERNO que têm garantir os direitos e melhorar a vida dos Angolanos??!!)EU PERGUNTO MAIS UMA VEZ FAZER O QUE EM ANGOLA!!??(encontar um emprego ou trabalho a ganhar um bom SALARIO que pudesse garantir uma boa vida e estudos ao Filho de 13 anos!!??)ESTE SENHOR SUICIDOU-SE PORQUE SE CALHAR JA SABIA O DESTINO QUE IA ENCONTAR QUANDO DESEMBARCA-SE DO AEROPORTO 4 FEVEREIRO O MAIS PROVAVEL ERA O DESEMPREGO E DIFICULDADES OU 1 MISERO SALARIO(que milhões de angolanos se encontram nesta situação de constante sobrevivencia do dia a dia)NADA JUSTIFICA O SUICIDIO DE 1 SER HUMANO.MAS É COMO EU DIGO ANGOLA TEVE COLONIZADA PELOS TUGAS 500 ANOS E AGORA ESTA COLONIZADA A 30 ANOS POR 1 REI E A SUA CORTE REAL DE CORRUPTOS...Apenas a minha opinião!
Eme Muene : Sinceramente! parem de banalisar a morte do compatriota. Nao importa as causas que o levaram a tomar tal atitude, o facto eh que o desespero do homem levou-o a tal desfecho; (minhas sinceras condolencias ao jovem Antonio, agora orfao e aos demais familiares do malogrado). Contudo, espero que debrussem-se seriamente no facto de um compatriota ter-se suicidado ante a perspectiva de poder vir a ser repatriado para a sua terra de origem. Por favor, nao tirem ou facam conclusoes frivolas e ou partidarias mas, procurem sim analisar todas as causas possiveis e, principalmente o motivo que o levou a deixar o nosso belo pais para procurar terras sofredoras na longincua Europa. Desculpem se vos desaponto! xenofobia,encontramos todos os dias em nossa terra, racismo e maus tratos nao sao so atributos encotrados especialmente nos Europeus pois, aos vangloriadores do sistema ai em Luanda o regime simplesmente tem-vos ignorando, pois a vossa missao na vida eh e serah sempre a de bater palmas para os escolhidos e falar das aquisicoes materiais destes e seus rebentos. Haja paz, camaradas!
su eu memo (Ngolugo Alto): a família desejo os meus mais sentidos pêsames. Quanto ao defunto tenho a dizer que foi um fraco, burro e imbecíl pois para estudar não é só necessário estar na inglaterra a sofrer represálias. Não queremos Angolanos fracos mas sim aqueles que mesmo sofrendo aceitem com orgulho a pátria que nos viu nascer e lutar pra melhora-la.
JU PEIRQUITO : QUÊM NÃO ACREDITA NO SEU PAÍS É DOENTE! QUÊM NÃO TEM ESPERANÇA NÃO MERECE VIVER!, QUÊM ENVERGOMHA O SEU PAÍS É DESAVERGOMHADO! SICERAMENTE! SUICIDAR-SE SOU PORQUE QUERO VIVER NA INGLATERRA É DE FICAR ESTARRECIDO! NÃO É UM MAR DE ROSAS VIVER NO MEU PAÍS, MAIS CONHEÇO E MUITA GENTE CONHECE, QUE HÁ CAMARADAS E COMPATRIOTAS A VIVEREM NA EUROPA E NA ÁMERCA DO SUL E DO NORTE EM CONDIÇÕES ESTREMAMENTE DEFICEIS, TODOS NÓS VEMOS, SOBRE TUDO QUANDO VIAGAMOS, AGORA PREFIRO SOFRER NO MEU PAÍS, DO QUE QUE IR SOFRER NO PAÍS DO OUTRO SOB PENA DE SER HUMILHADO, COM ATITUDES RACISTAS E XENÓFOBAS, SUICIDAR-ME! PARA O MEU FILHO FICAR NA INGLATERRA OU SEJA ONDE FOR PARA FICAR A ESTUDAR, SINCERAMENTE! PARA A FAMÍLIA DO MALOGRADO DESEJO OS MAIS PROFUNDOS SENTIMENTOS DE PÉSAR.
JU PEIRQUITO : QUÊM NÃO ACREDITA NO SEU PAÍS É DOENTE! QUÊM NÃO TEM ESPERANÇA NÃO MERECE VIVER!, QUÊM ENVERGOMHA O SEU PAÍS É DESAVERGOMHADO! SICERAMENTE! SUICIDAR-SE SOU PORQUE QUERO VIVER NA INGLATERRA É DE FICAR ESTARRECIDO! NÃO UM MAR DE ROSAS VIVER NO MEU PAÍS, MAIS CONHEÇO E MUITA GENTE CONHECE, QUE HÁ CAMARADAS E COMPATRIOTAS A VIVEREM NA EUROPA E NA ÁMERCA DO SUL E DO NORTE EM CONDIÇÕES ESTREMAMENTE DEFICEIS, TODOS NÓS VEMOS, SOBRE TUDO QUANDO VIAGAMOS, AGORA PREFIRO SOFRER NO MEU PAÍS, DO QUE QUE IR SOFRER NO PAÍS DO OUTRO SOB PENA DE SER HUMILHADO, COM ATITUDES RACISTAS E XENÓFOBAS, SUICIDAR-ME! PARA O MEU FILHO FICAR NA INGLATERRA OU SEJA ONDE FOR PARA FICAR A ESTUDAR, SINCERAMENTE! PARA A FAMÍLIA DO MALOGRADO DESEJO OS MAIS PROFUNDOS SENTIMENTOS DE PÉSAR.
Pantufas (Luanda): Ha outros mecanismos para que o filho do nosso compatriota estudasse,o suicido nao foi a escolha justa, se de facto esta noticia seja veridica, ha um outro dado, nao quere vir a angola para sofrer, outro pensamento desisperado, porque nao ha Pais onde nao se sofra, em todo mundo onde existe homem se sofre, nao devemos fugir o sofrimento, mas sim fazer tudo para sairmos dos estratos inferiores...
Ma governacao do Sr ZE (uige no coracao): As minha condelencia a familia, auf wiedersehe bruder, isso tudo é resultado dum Pais que quer ver melhor condicoes do seu filho, preferiu sacreficar se que voltar no Inferno do Ze ladrao, numa parte ele tem razao nos em Angola nao temos futuro, talvez se voltase podia morrer com a colera, malaria o ser abatido por ladroes das rua de luanda por causa do Movel, neste condicoes morreu por seu filho deu perdoa lhe, ele simplemente amou o seu filho, nao preferiu ver lhe morto vivo em Angola, primeira coisa falta é alimetacao o miodo aqui come Jorgute salami Jambo ovo bebe Leite em quanto em angola é para os Rico, eu do este morte na conta do Ze e o seu Partido Mpla por ma governacao de Angola, se ouve boa governacao depois da guerra ninguem nao negava de voltar em Angola, mais as coisa pioro, emquando o povo chora eles passa na Tv, Jornal e Radio dizer que a situacao melhoro. tudo vis versa agora esta ai o resultado.
deve haver algum engano com a noticia : O Falecimento do Bravo foi no ano passado, pelo que eu melelmbre, e foi destaque na imprensa em londres onde toda gente queria ficar com o miudo. deve haver alguem engano nesta noticia.e' antiga
Kamazangamene Ntelo Maka(Essen-D-) (Nos todos ja passamos neste;mas suicidar-se!!): Nao e de pe-para-mao que uma Pessoa pode tomar estas atitudes!sera que O Manuel encontrava-se de uma boa Saude;embora tendo Ele estes problemas?,ja alguem conseguiu encontrar os Amigos que junto dele(deles)viviam?.Eu vivo na Alemanha,sou e somos Testemunhos das coisa desta genero que la ja passaram...Quem na Alemanha ja viveu e vive sabe muito bem do que Eu desejo flizar acerca de um Elemento ser repatriado ou estar na Cadeia sem nenhum Crime;e la ficas 2 a 3 meses por motivos da Ngunda(Asilo). Porque terde tomado uma iniciativa de desgraca;deixando um Filho com 13 anos e um Testamento!meu Deus!...E claro que enfrentaria as Autoridades junto de um Advogado---ou Greve de fome junto com o Filho ate que chegasse alguem vendo e analizando o assunto.Nos na Alemanha,ja la passamos-e naguele tempo,a Angola era uma Nacao que cada minuto falou-se nas Radios e Jornais de todo Mundo;sobre a Guerra e etc etc.Mas os Alemaos nao deram nenhuma Chance acerca disso a alguem!.fomos Cadeiados e demais coisas que nao posso agora dizer.Eu concordo com um Comentario que diz de-que Nos deverias ir e ver a realidade vivida em Angola...e nao das informacoes;e claro que a em Angola Gente que vivem tao bem de que alguem que esta na Diaspora.Eu,se nao conseguisse o meu sonho;voltava-se em Angola com os meus Filhos,e nao suicidar-se!.Lamento bastantemente da sua morte;e a minha grande tristeza e de Ele deixar o Filho sonho com um Testamento de uma desgraca que o Filho continuara lendo ate o fim!.Seria melhor estar no e com sofrimento junto e ao lado de seu Filho dando-lhe os conselhos Pessoais-assim ajudaria tao-e-bem o Filho. Bom Ja aconteceu;e uma grande pena ouvir e ler coisas deste genero quando ja aconteceu.
Anonimo (Soyo): Aquela nunca seria solução nenhuma, concordo plenamente com o comentarista que disse que o finado devia ter regressado ao país, e não suicidar-se. Os culpados são a comunicação social internacional que exibe sempre e sempre imagem paupérrimas de Angola alem fronteiras que o nosso pais esta a beira do abismo quando nao e a ralidade que se vive ca dentro. Eu aconselho os Angolanos na diáspora a visitarem o país depois de se alcançar a paz, que embora não haver melhorias no seu todo mas alguma coisa está sendo feita, aparece sempre algumas oportunidades. Talvês o homem tinha mesmo problems psíquicos e não arranjar argumentos que possam sujar o bom nome do nosso país.
vava (vaav): Meu Deus...Este senhor matou o filho tbemm. O q sera' deste jovem de 13 anos? A tuition escolar e' mto alta...Este jovem esta a pagar um preco mto alto pra ir a escola...Nao e' necessario pagar tanto assim pra obter educacao... Sej la qual forem as condicoes, mas o pai precisa mto mais do Pai vivo do q morto..
Pastor (Falamaculusso@hotmail.com): Meus senhores, lhes confesso que chorei quando li essa noticia. Tudo isso tem uma coisa so. O negro é discriminado em todos os cantos do Planeta. Isso é vergonha ate para Nosso Governo que não favorece ajuda aos mais pobres. Nossos governos são comprados pelos brancos e não abrem os olhos que os brancos querem Dominarem os negros. Que Deus intervem nessa momento, a discriminação tem que terminar. A Europa, Americanão quer mais os Africanos. Onde vamos? Se a propria Angola so tem lugares par aos brancos, os proprios Angolanos sadinga.
Tchinó (North of 49): Procuro entender o desespero deste PAI, mas não consigo!!!!!. Como a vida é Madrasta para alguns!!!!! O que será desse filho de 13 anos? Que "fardo" irá ele carregar as costas??? possivelmente o da morte do PAI. Pêsames a familia enlutada, e que a sua ALMA tenha descanso Eterno.
Angolana : So' para dar uma ideia, hoje fui ao hospital, por sinal um dos maiores, senao o maior de Londres, o Royal Free, por causa de umas dores de estomago que me estavam a incomodar nos ultimos dias. Em menos de 3 horas e sem marcacao previa, fizeram-me os seguintes exames: pressao arterial e temperatura, ECT ao coracao e ao sistema arterial, quatro analises sanguineas e duas urinarias... no fim, o medico chegou a conclusao que se tratava apenas de uma gastrite e prescreveu-me a medicacao adequada... tudo, incluindo a medicacao, sem pagar um tostao! Sao assim os servicos sociais basicos, neste caso o sistema nacional de saude (NHS), da Inglaterra.
Angolana : Mais uma vez as minhas condolencias ao Antonio e a familia Bravo. Em relacao a alguns comentarios, gostaria de dizer, sem receio de errar, que a Inglaterra e’ o melhor pais para se viver para emigrantes de qualquer parte do mundo. Isto e’, se estiverem legais. E’ simplesmente o pais que mais emigrantes recebe em toda a Europa e que mais gasta em apoios sociais de todos os tipos a esses emigrantes, desde a habitacao, aos subsidios de todo o tipo, ate a educacao ao mais alto nivel. Mas… a pessoa tem que estar legal. Os que falam em maus tratos e vidas dificeis sem perspectivas, sao em geral imigrantes ilegais. Infelizmente, o que aconteceu aqui nos ultimos anos foi que havia muitos angolanos que estavam ca com o estatuto de refugiados ou asilados politicos por causa da guerra, mas uma vez acabada a guerra esse estatuto ja nao se aplicava. Por isso, muitos que foram apanhados em situacao irregular receberam ordens de deportacao, ou entao foram mandados para centros de detencao ate que pudessem ser repatriados. Nao conheco o caso concreto do compatriota Bravo, mas suponho que ele tenha caido nessa situacao. Tambem nao sei qual foi o papel das autoridades angolanas nesses processos, mas tudo indica que tenham lavado dai as suas maos e que ate tenham dado indicacoes aos ingleses que esses “nao eram seus cidadaos”… De qualquer maneira, a licao a retirar de tudo isso para a comunidade angolana na Inglaterra e’ que tentem a todo o custo regularizar a sua situacao, caso nao desejem regressar, principalmente se teem filhos a estudar aqui. Qualquer pessoa pode solicitar um estatuto legal neste pais, seja como trabalhador, seja como cidadao, sem com isso ter que abdicar da sua nacionalidade de origem. E’ preciso tambem que nao percam tempo em distraccoes enquanto vivem de subsidios e, seja em que idade for, tentem estudar e trabalhar e aprender bem o Ingles. Essas sao as chaves essenciais para se conseguir uma vida minimamente decente neste pais. Depois disso, the sky is the limit!
angolano sofrendo na englaterra (londres): aves aculpa toda e do mpla. porem se nao hovesse ditadura e coperacao com os ingleses que maltram e torturam muitos angolanos, o moco nao ia morrer. para com o bravo paz na sua alma, mais para com os mais angolanos torturados pelos os ingleses donde lhes vira o socorro? e sabiam que a lei inglesa e contra os estrangeiros. pricpamente negros e refugiados? eu ja fui vitima da turtura do governo britanico. e tambem o consulado de angola aqui faz prender angolanos que vao a eles pedir ajuda!
Avo Teixeira (Ottawa): Para que a crianca ficasse na Englaterra tinham os ingleses que ver um angolano, - o pai- fora ou morto! Eh muita humilhacao. O que ninguem veh eh o trauma desta situacao para a pobre crianca. Se o Bravo esperava que ela estudasse nao terah usado a melhor decisao ao suicidar-se. Este suicidio pode traumatizar a crianca quem provavelmente irah seguir o exemplo e tentar o suicidio no futuro! O risco eh elevadissimo.A humilhacao dos angolanos deve, porem, ser paga em Angola. Eh preciso replicar com a mesma moeda aos estrangeiros ilegais de origem europeia. Nao sei o que se passa na Englaterra.Talvez Londres tenha ajudado a deportar os angolanos a Luanda. Nao tenho a minima nocao. Li apenas que o malogrado dizia que nao queria sofrer em Angola. Qual eh o maior sofrimento do que a humilhacao que passava lah, sem poder trabalhar, estudar ou como diz, viver ateh matar-se ele mesmo?
Diversidade (do uige): Eu li e chorei... Eu já senti isso na pele, quando estudei na russia, não recebia subsidio a mais de 24 meses e tinha uma filha para criar. Eu já perguntei a mim mesmo, até quando poderia sofrer por ser angolano. Eu já perguntei a si próprio porquê é que angola é muito bom para os estrangeiros e muito duro para com os seus próprios filhos. As oportunidade são sempre para as mesmas pessoas, até para ter uma barraca de comes e bebes tens que ser um protegido de um senhor do governo. Até quando?
Ag (North Amerca): E apenas triste saber que mesmo nesta hora de dor para a familia enlutada, muitos ainda tem coragem de iguinorar, e fazer comentarios nao apropriados, por noa talvez perceberem o que aconteceu.A vida e dura as vezes, e dolorosa, que pode nos levar a uma falha fatal como esta que aconteceu. Que deus tenha sua alma, e que ponha anjos ,serafins e querobins a volta do menino Antonio, que ele saiba honrar o orgulho de seu pai. Que Antonio se forme, e sege um grande homen. CONDOLENCIAS A FAMILIA ENLUTADA, NESTA HORA DE DOR.
MUKUNA : O que leva um homem a esta situação? Só o desespero e o amor que um pai sente pelo filho. Poucos no mundo tomavam uma atitude destas. O M. Bravo tomou a atitude que achou melhor e por isso o seu nome será sempre recordado como o simbolo do amor paternal ( dar tudo por um filho).
Nada a Declarar (England): A vida é dura principalmente para aqueles que precisam que precisam da pena dos outros para poder viver.
Anónimo : tenhao mais coracao angolanos! eu sei que comentarios sem qualquer sensiblidade aqui , estao aser exercidas por simpatinzantes do MPLA. DEUS ESTEJE CONTIGO IRMAO MANUEL BRAVO, SEI QUE AS CONDICOES ESFORCARAO A LEVA-LO A COMETER ACAO, POIS QUE MUNDE SE LEVANTE E ACOMPANHEM A VIDA DOS ANGOLANOS POR PERTO! ESTE GOVERNO DO MPLA SAO MACABROS
fernando huambo (S.Paulo): Fico escandalizado pela falta de sensibilidade de alguns "escreventes"que fazem uso deste conceituado jornal, só para dizerem asneiras.O suicidio é um ato de desespero(não falemos em religião) e é contra o instinto natural do ser humano.Este pobre angolano que se suicidou na Inglaterra - corajoso ou coverde?- fe-lo para proporcionar uma vida melhor a seu filho.Só por isso, foi uma prova de amor e de abnegação.Vai contra o instinto da conservação,para proporcionar uma vida melhor a seu filho.Quando ele diz que não voltaria para Angola, acredito que o disse, não porque deixasse de amar a sua terra,mas sim por saber que na Inglaterra as possibilidades de estdo e meios de vidfa seriam bem melhores.Ao Sr.que escreve, maldosamente, dizendo que deveria ter ido para o Lubango ( presumo que resida lá)e poderia ter ficado na Inglaterra, enrabando brancos,é um pressuposto e uma afirmativa injuriosa e nada respeitosa para quem deu a vida por um futuro a seu filho.Paz à sua alma.Condolência à familia enlutada e, para voce, menino, não esqueça o que seu pai fez, não como ato desesperado e condenável,mas sim como de amor por você.Estude, seja um homem, honre seu pai,que, ele, esteja aonde estiver e conforme suas convicções olhará por voce.
Kariza (karizapedro@hotmail.com): eu espero que o futuro dele seja bom... xxx..vn kariza
Angolana : Ha tres ou quatro dias foi publicada neste site uma noticia segundo a qual o primeiro ministro Nando dizia que “oferta de servicos sociais basicos as populacoes regista melhorias”. Na altura fiz o seguinte comentario que aqui transcrevo, com os meus sentimentos ao Antonio e a familia enlutada: Sr. primeiro ministro, estou em Londres, neste preciso momento sentada ao meu computador e tambem a ver a BBC News 24 que acabou de apresentar na sua revista de imprensa uma historia que vai sair amanha em praticamente todos os jornais ingleses. Trata-se de um angolano de 35 anos de idade que pediu asilo politico aqui, mas foi-lhe negado e mandado para um centro de detencao de imigrantes ilegais, onde ele se suicidou, tendo deixado uma nota em que dizia que o fazia para que o filho dele pudesse ficar aqui ao cuidado dos servicos sociais deste pais. Na mensagem que deixou ao filho, pedia-lhe que se portasse bem e que estudasse muito antes de regressar a Angola. Senhor ministro, ate quando vamos continuar a ouvir estas historias? Ate quando continuarao os filhos de Angola a procurar servicos sociais basicos noutros paises ao ponto de preferirem se suicidar do que voltar a Angola? Ate quando????
fd-Uíge : Amigos, Só Sr. Jesus deu a sua vida por cada um de nós. A morte deste nosso irmão pode ter outros motivos, talvez voltar em Angola seria para ele uma derrota total, pois ninguém sabe como foi parar para Inglaterra. Não sabemos se teve problemas familiares, economocos, sociais ou mesmo políticos. Nada é impossível no ser humano, por o diabo também esta a espreita. Se por ventura a questão é mesmo do filho estudar, então ou talvez que em Angola não conseguiu matricular o seu filho. O Ministério da Educação e os governantes deste país devem fazer esta notícia como acto de reflexão. Olhemos pelas crianças da rua, jovens sem futuro e que têm como direcção de vida o alcóol. Não nos espantemos com este acontecimento. Nesse momento devemos imaginar quantos desesperados estão se drogando e afinal qual é o fim de cada um deles. Apelemos sim que o governo saiba que há sim crescimento económico com a venda de 94 milhões de barris de petroleo, mas o povo continua a viver debaixo da miséria, famlias há que só comem uma vez por dia, não há assistencia medica, não há escolas e as que existem não têm carteiras, estrada danificadas mesmo pagando a taxa de circulação, em suam não há desenvolvimento económico. Angola acodam a fase de amor a camisola esta caduco.
Anonimo (Ex Caimanero, kioco sorridente@hotmail.com): "No temas una muerte gloriosa que morir por la patria es vivir". Hino Cubano. "LUCHEN POR LA VIDA QUE LA MUERTE ESTA SEGURA". Maxima Cubana.
Ango-proud (AO): Este sr com certeza era muculmano.Mwangole k passou fome guerra,viu todos filmes do diabo,nunca suscida-se por causa do sofrimento,pois ser angolano significa sofredor.Mas k fazer?,descanse em paz ao lado do sao pedro.
sapio (oporto): é necessário coragem para um acto destes.Ao filho deste homem desejo as maiores felicidades e que tente cumprir com o desejo de seu pai, pois só Deus sabe o desespero a que o levou a tomar esta atitude, mas, não será demais exigir que os desgovernantes de Angola, reflitam um pouco no acto praticado e que assumam a educação desta criança.... é o minimo que se pode exigir a um governo responsavel.
antotas (algures na europa): é triste,mas a realidade é esta,as pessoas preferem morrer suicidar no estrangeiro do que voltar pra angola,para que quem nunca viveu fora de angola,esta actitude do malogrado,foi um acto de cobardia,mas malta,podem crer que nao é facil viver ai.é uma pena que este tipo de noticia nao chega aos ouvidos dos nossos governantes..
O Homem era maluco, de certeza (Londres): Devia ter regressado a Angola. Ia para uma provincia aonde a vida é mais facil, Lubango por exemplo. Ele fez isso para aparecer. Aqui na Inglaterra ele ficava rico, so a e-nr-ra-bar brancos. Foi parvo!
Anónimo : noticia como esta sao de arrepiar meus sentimentos ao antonio.o q sera deste jovem angolano?q maneira triste de decisao e uma pena.
que pena : solidarizo-me com a familia do vitima apesar de nao achar que este seja o caminho a siguir seja quais forem as dificuldades. apesar disto lamento a perca de mas uma vida de um angola que se perde por causa da indiferenca de que devia criar condicoes para que casos deste tipo nao acontecao. to the son please remenber always the extreme sacrifice that your father have to do for you and study hard. i live outside angola and i know how hard it is. i do not have much resources but i will be willing to hear if you need somebody to talk to. this is my e-mail callme246498@yahoo.com my God bless you and help.
O desespero que o MPLA cria nas pessoas (Luanda): Os analistas deveriam tentar compreender a gravidade da mensagem que este mologrado deixou-nos. Preferiu a morte que voltar em Angola, porque viver em Angola e' tambem morrer e para ele foi melhor ser enterrado na Inglaterra. Para os bons entendedores basta uma palavra. Acreditem que ha' muita gente nestas condicoes. Voces que disfrutam das riquezas do pais, tentam melhorar as coisas porque daqui a nada os suicidios passarao a acontecer ao lado das vossas casas.
BanDiDo : Os meus pesames ao coitadinho do Antonio. O motivo que este senhor teve para se suicidar nao eh valido...sera que o Antonio tera forca e desejo de realmente estudar? Sera que isso nao o afectara psicologicamente? E depois mesmo vivendo-se mal em Angola, consegue-se sempre sobreviver. Mas epah cada um sabe a cruz que carregada na cabeca...que Deus abencoe este senhor...e que o Antonio realmente seja o homem de bem que o pai dele gostaria que fosse.
Anónimo : Infelizmente ainda nao temos governantes africanos capazes de compreenderem e agirem em funcao do que este patriota fez. Muitos Manueis ainda morrerao, mas pouco se fara para que angola seja um pais bom para se viver. Apesar dos discursos. Do palavreado.
platinum (Alemanha): A morte nunca foi solucao. Mas com tudo as minhas condulencias para o "compatriota" e desejo que o seu filho (pelo o dano psycologo causado pelo suicidio)clama-se a vida e acredite que a possibilidades de ser feliz. DDestino
Bwanja - Lisboa : Quero expressar aqui os meus sentimentos de pesar pelo sucedido. É uma situação lamentável, pois, esta morte poderia ter sido evitada se os que governam o País pensassem nos angolanos. A começar pelos serviços consulares, os cidadãos são muito mal tratadas, aliás, sentem melhores tratados e compreendidos pelos países acolhedores.
Bwanja - Lisboa : Quero expressar aqui os meus sentimentos de pesar pelo sucedido. É uma situação lamentável, pois, esta morte poderia ter sido evitada se os que governam o País pensassem nos angolanos. A começar pelos serviços consulares, os cidadão são muito mal tratadas, aliás, sentem melhores tratados e compreendidos pelos países acolhedores.