Benedito kiala (Beneditokiala@Hotmail.com): Bem,não podemos criticar o que é nosso mais avaliar sempre. Embora que as universidades(Angolanas)esta ter as minimas condições na area tecnica e outras area definidas temos lutar terem estes previlegios principalmente na privdas
Abelardo Felix (dj_boysterix@hotmail.com): Alguma coisa tem de mudar, ha universidades que bem avaliadas nao tem as condicoes que se esperam delas. na minha humilde opiniao deveriam é criar institutos superiores especializados para procurar suprir a carencia de quadros que nos abala em diversas frentes da reconstrucao nacional.
Nao interesaa (aqui): A noticia nao nos diz porque que sao universidades pra Ingles ver
Tidao (Luanda): Esta aluna/estudante do ISPRA que nem sabe escrever... como vai criticar aos outros (que nao sabem programar). Eles, todos estudaram no ISPRA ou estudam ainda. Felizes aqueles pobres que estudaram ou estudam ainda, na UAN.
manuel (manuel250@hotmail.com): ate aqui na inglaterra pais do primeiro mundo onde a economia e estavel nao a tantas universidades privadas como em angola a muitas universidades mas do estado acesos para todos pobres media classe angola ja na fica boa e increvel que governo e esse
Anónimo : nao gosta dos bumbus mas vai se sirvir deles odeia mesmo odia que é seu
Landinho : A uan, representou sempre os valores de estudos superiores de angola e, os de fora do pais. Mas o caso deve ser estudado com cuidados em aplicarem a deontologia profissional para reconhecerem tais diplomas superiores, fundamentalmente chamar a total atencao ao leitor da uan-luanda. Estudos superiores deverao ser muito bem regularisados sejam estatais ou privados o seu fin seja o mesmo, estudantes tenhem a vocacao desnvolverem angola. sou tambem ainda estudante de Direitos, mas ha uma diferenca ca nas europas.
Kota (Memorias Angola): Aqui universidades desse tipo são fechadas pelo estado. Aconteceu recentemente um caso.
MC para ANTONIO TONGA (LUANDA): TAMBEM CAI NA FINTA DELES NAO HA ABSOLUTAMENTE UMA COISA A VER COM A OUTRA
lumbuila (saurimo): O REITOR JOAO TETA E AS LICENCIATURAS DO BACHARELATO DA AIEC. o caro reitor joao teta da universidade agostinho neto e o seu colaborador mestre tome,estao a reconhecer diplomas de bacharelato em administracao feito via internet pele aiec atravez da odebrechet como licenciatura. muito cuidado senhor reitor eles sao bachareis via internet,como o senhor aceita reconhece-los como licenciados? entao senhor reitor. eu tenho colegas de trabaho aqui na odebrechet que agora terminaram esses bacharelatos estao com os ombros todos levantados,porque a uan reconheceus como licenciados.ate ja pensam em se candidatarem como professores nas universidades publicas e privadas recem criadas. e nos que terminamos o bacharelato na uan tambem queremos ser reconhecidos como licenciados. muito cuidado senhor reitor
Bumba (Luanda norte): A mboa do lado direito ainda tem boas possibilidades de aprender porque tem bon atributooo.
António Tonga (Luanda - Samba): Simplesmente acchei o título dó artigo algo interessante... comecei a ler, e pela extensão esperei encontrar algo que justificasse tal título, mas foi com muita tristeza que acabei de ler e não havia relação nenhuma entre o artigo e o título. Pensem bem, façam mais redações, melhorem um pouco, muita gente lê, apesar de haverem muitos comentários com o carácter do título.
Luandino Ramos (Alunos que não sabem escrever!!!): Alguém se referiu aqui, a alunos das universidades que nem sabem escrever. Isso é pura verdade. Mas também é verdade que nem sequer os das universidades estatais. O que sabe escrever, é doutor!!! Director de empresa ou chefe da polícia. A prova vê-se aqui na imensa maioría dos comentários. Imaginem qual será o nivel de um engenheiro, de um arquitecto ou de mesmo de um médico formado em Angola...
Mourinho2009@yahoo.fr (Maianga): um pais cheiu de corupcao, como os universidades vao ser conhencido?
Laton : ao ver estas pretitas , faz-me lembrar os bons momentos que eu passei em 2005 ai em Luando no hotel Alvalade
MATUBA - Faixa de Gaza/Palestina : Meua avilos, não me lixem. por favor, não digam mal do vosso país, não divulguem em público estas informações sobre o caos e a péssima qualidade do nosso ensino superior ( e dos outros níveis ) senão os estrangeiros ficam a saber destas coisas e não investem na nossa amada pátria; além disso, com esta divulgação vocês só estão dar argumentos àqueles que ridicularizam o slogan do nosso governo bem-amado e que diz: ANGOLA SEMPRE A SUBIR !!! Por favor, silenciem estes factos .....
beto (Luanda): INVEJOSOS; deixem as universidades ajudar a reducao do analfabetismo. Ainda que os quadros nao forem dos melhores, mas alguma coisa hao de aprender. Vamos obter primeiro a quantidade para dele escolhermos a qualidade.
Fabricio Chiteculo (ecomde7@hotmail.com): eu vivo no Namibe, de um tempo a esta parte reabriu a universidade Gregorio Semedo ki depois de decorrido 2 meses ou mais de aulas, te de icerrar mas ela possui todos resisitos... Mais o secretarios Adão diz ki o motivo do encerramento é o facto da Universidade estar apenas autorizada a funcionar em Luanda e no Bengo.... Mais depois de termos consultado o dioario da republica verificou-se que estava autorizada a funcionar em todo territorio nacional... a pergunta agora é: Para o secretario Adão o qui segnifica territorio nacional? so Luanda e Bengo... Ou nós não podemos estudar tambem???
ALUNA DO ISPRA (FEIRA): Os engº informáticosformados pela esta universidade não sabem programar. A programação é a base de qualquer curso de Engª informática.
Anónimo (Luanda): "Uiversidades para Inglês Ver" Simplesmente, o Título do artigo não condiz com o conteúdo. Pensei que o artigo queria se referie á pouca rigorosidade com que se admitem estudantes para a universidade, principalmente nas U. Privadas. Comentam os docentes que há estudantes que não sabem escrever!!!!!!!!
Salvaterra Briza (aaa@hatmail.com): A secretaria do estado do ensino Superior tem de actuar agora para higienização do ensino superior em Angola. Não podemos continuamente desorientar os cidadãos que pagam o seu dinheiro para adquirir conhecimentos e no fim o estado diz não reconhecer tal instituição quando fisicamente as instituições existem e em muitos casos servem de locais de cadiengue de docentes e dirigentes da universidades publica. Deve haver um inquerito e conduzir a justiça os culpados.
Anónimo : POR FAVOR DE FISCALIZAR BEM ESSAS UNIVERSIDADES SE NAO VAMOS TER MUITOS QUANDROS COM MUITOS PROBLEMAS DRAMATICOS,,PORQUE QUE NAO FAZEM COMPERAçOES COM PROFESSORES EUROPEUS PARA MELHOR FORMAçAO DOS QUADROS ANGOLANOS SE O PAIS TEM O DINHEIRO UMA COOPERAçAO DE 10 OU 20 ANOS NO RAMO DE EDUCAçAO,VAO VER COMO EM APRENDER COM OS EUROPEUS,SAO PONTUIAS ETC.PENSAM BEM DO CONCEITO UNIVERSIDADE é PESADO...ESTUDO EM ITALIA SO NA MINHA CIDADE MAIS CORSOS QUE TODA ANGOLA,,,,AINDA APARECEM TANTAS UNIVERSIDADES é SO PENSAMEM NEGOCIOS.PA.CIAO.
Salvaterra Briza (aaa@hatmail.com): A secretaria do estado do ensino Superior tem de actuar agora para higienização do ensino superior em Angola. Não podemos continuamente desorientar os cidadãos que pagam o seu dinheiro para adquirir conhecimentos e fim o estado diz não reconhecer tal instituição quando fisicamente as instituições existe e em muitos casos servem de locais de cadiengue de docentes e dirigentes da universidades publica. Devem haver um inquerito e condizir a justiça os culpados.
Anónimo : Isso no mínimo chama-se brincadeira com o saber. Meus senhores se a própria universidade estatal, UAN, não tem condições mínimas tanto infra-estruturais como docentes qualificados no verdadeiro sentido do termo, para dar uma formação superior aceitável de acordo ao padrão universal, então que se dirá para essas que estão a nascer como cogumelos? Um governo sério não autorizaria a existência de nenhuma delas de momento. Em fim isso e Angola a crescer. Pessoas mal-formadas na UAN a mal-formarem outros nessas ka-universidades, onde se quer ir com isso? Também os níveis precedentes a universidade andam doentes e ninguém os trata, que tristeza!
lx (da tuga): O QUE ACONTECE!TENTAM IR ESTUDAR FORA DO PAÍS NAO AGUENTAM A BATIDA, VOLTAM PARA ANGOLA QUE É TUDO FACILITADO E ACABAM OS CURSOS EM MENOS DE 4 ANOS,MAL ACABADOS E DEPOIS TORNAM-SE DOCENTES UNIVERSITARIOS QUE PIADA,ESTAMOS A FORMAR QUADROS SIM SENHOR SÓ DEUS É QUE SABE, COMO É QUE O PAIS VAI CRESCER SE OS DITOS LICENCIADOS SAO MAL FORMADOS........É SÓ CORAGEM
Anónimo : As 'universidades de Angola' só servem para facturar e não é pouco. Quem tem moral para as controlar. E é isto Angola... e o seu futuro.
da tuga (dt): o pior ainda sao os que lecionam,sao apenas meros licenciados sem conhecimentos suficientes para ministrar disciplinas numa universidade, não tem grau de mestre e doutorado que é o exigido agora par um professor universitario, depois aparecem aqui pessoas que nem ler em condiçoes sabem....
nunga canunga (Luanda): deixam universidade boas fora como a unimetro, Utec e aprovam universidades sem minima de condições para avançar ou educar, sem labs, bibiotecas etc. façam justiça e filtem bem o melhor para o cidadao angolano aprender. SEES abre a mao a unimetro e utec se queres ter bons quadros para o pais
JJ (Luanda): Esses Universsidades é mais negocio de como sustentar os dinheiros de diamantes e outros roubos.os Ensinos particulares não devem ser a base de formação de um Pais envio de desenvolvimento.Porque ali é desorde e falta de qualidade para uma melhore formação.Na RDc até anos 1970 os alunos burros fuziam nas escolas privadas e nós sabiamos que esses eram burros.Um verdadeiro intectual deve ser formado numa instituição seria.Porque os intectuais devem ser contabilizados e geridos.Esses Universiades são candogueiros.Ora tem Professres, hoara os proffessores estão no mar, o que isso, esses Dirigentes mandam os filhos deles fora e na Universsidade Agostino Neto o periodo diurno nunca tem vaga para ninguem.Olha não quero mais falar.
Anita ao André Makongo (Bailundo): Caro André, estamos a falar da qualidade e eficácia do ensino superior em Angola e não das capacidades que,apesar de má, um ou outro estudante pode ter. È verdade que há licenciados em Angola que estão a brilhar fora, nos mestrados e doutoramento, mas isso não é a regra, é a excepção, pois grande parte deles tem-se saído muito mal e até há Drº formados em Angola quem nem escrever sabem ou construir, com lógica um pensamento estruturado.E a única universidade angolana que aparece nos ranking das universidades africanas é a UCLA (em 85º lugar). O resto não existe até porque até hoje a UNESCO não reconheceu o ensino superior em Angola
Estrangeiro : Senão querm as ver aumentar, Criem mais Universidades Públicas, poque as priadas só aparecem quando não há instituições publicas
André Makongo, Existe sim Universidades aceites .. (Cabinda): Meu caro, em Angola apesar de não concretizarmos ainda as exigências das universidades de referência no mundo, posso afirmar que há universidades aceites internacionalmente... é só olharmos no número de estudantes licenciados da UAN e UCAN que vão fazer mestrado e douramento nas universidades do estrangeiro como Cambridge, Oxford, Sorboune, Coimbra, Berlim, Madrid, Federal do rio de Janeiro só para citar algumas, se são aceites com grau de licenciatura é porque as Universidades que os formou têm credibilidade... Não falemos atoa o necessário agora é organizarmos e disciplinarmos o ensino superior quer para as instituições já existentes como as q vão surgir...para finalizar muitos estudantes licenciados pela UAN chegaram de ser considerados melhores estudantes no exterior o angolano estuda é só melhorarmos governação....
DV : ESQUECERAM DE ANUNCIAR O ISTA( INTITTO SUPERIOR TECNICO DE ANGOLA), LOCALIZADO NO MUNICIPIO DE VIANA( GRAFANIL, JUNTO AO HOSPITAL DA GAMEK, RUA DA DACOR). SERÁ Q N ESTA RECONHECIDO?
Anónimo : JA QUE A SECRETARIA DE ESTADO PARA O ENSINO SUPERIOR ACREDITA QUE PELO LUCRO, AS UNIVERSIDADES E INSTITUIÇÕES NÃO ESTEJAM CUMPRIR COM ALGUNS DOS PROCEDIMENTOS, ACHO QUE DEVIA APERTAR MAIS NA FISCALIZAÇÃO, PORQUE OS ESTUDANTES PAGAM PARA RECER UM SERVIÇO COMPLETO EBEM PRESTADO.VOU DAR O EXEMPLO DA UNIVERSIDADE INDEPENDETE DE ANGOLA, QUE ABOLIU O TESTYE SE SELEÇÃO PARA O INGRESSO Á UNIVERSIDADE A QUE OS CANDIDATOS A UMA VAGA PARA O PRIMEIRO ANO ERAM SUBMETIDOS, O QUE CAUSO UM ELEVADO AUMENTO NO NUERO DE NOVOS ALUNO. ANTES MESMO DISSO A UNIVERSIDADE JA PRESTAVA UM SERVIÇO PRECÁRIO, QUER SEJA A NIVEL DO ATENDIMENTO AO PÚBLICO, NO CONTROLE DA QUALIDADE DE TRABALHO PRESTADO POR ALGUNS DOCENTES E NA LOCALIZAÇÃO DOS MESMO. EM FIM A INDEPENDENTE ESTA NUMA TOTAL DESORDEM E PARACE QUE QUEM DE DIREITO NÃO VÊ.AGORA QUE AUMENTOU O NUMERO DE ESTUDANTES O ATENDIMENTO VAI DE MAL A PIOR, ATÉ PARA SE PROCEDER A ENTREGA DO SIMPLES COMPROVATIVO DO PAGAMENTO DA PROPINA QUE FEITO NO BANCO, É UMA AUTENTICA LUTA.
tubarao branco : forexriqueza.blogspot.com
REI : Em terra de cegos quem tem olho é REI.
Anónimo : O IDH mede-se pela Educação, porisso as Universidades são um "Justo Meio" para o nosso país.Angola precisa crescer e muito. Nos amamos Angola temos de ajuda-la.Porém, cuidado com os certificados que saiem do Ensino Médio para os Institutos Superiores muitos são falsos. Conheço muita gente que está a fazer ensino superior, que comprou certicado e, alías levam copias e sem autenticação. É grave. Outro sim, está em nossa Faculdade de Letras, ontem (16.04.2009), pelas 10h00 alí junto do aeroporto ouve uma confusão danada. Porque mudaram a antiga administração a nova não encontrou notas dos estudantes ou seja, poucos tem notas. Muitos aprovados hoje em dia têm cadeiras em atraso, os estudantes têm de ir a procura de seus professores antigos para ver se têm mini-pautas. Tremenda confusão. Muitos já terminaram o curso e não apresentam trabalhos de fim do curso por falta de Tutores e, também, porque tais tutores dão trabalho aos estudantes. Se querem dinheiro abram o jugo! Os estudantes precisam apresentar seus trabalhos. Há juvens que são convidadas a viajar com os professores para as províncias porque cá em Luanda o professor não tem tempo!!! Onde se hospeda a estudante lá!? Por amor de Deus vamos ser mais patriotas e mais nacionalistas. Temos de abrir a boca senão Angola afunda. Viva a moral. Viva o CAN 2010. ESTAMOS JUNTOS.
Anónimo (Luanda): Todas elas com corpo docente 95% licenciados e Reitores sem experiência na gestão universitária. Deve exigir-se pelo menos o Mestrado
Autótocne (Zaire): a isto é que chamamos brincar de país. estes cmrds pretendem mesmo a ignorancia generalizada na nossa Angola, para melhor reinarem...
Kuata (luanda): Se o ministro da educação tem uma. quem é que que não quer fazer dinheiro num país com muitas lacunas de organização.
ESTAO A SER USADOS E ABUSADOS : Maiorias das Universidades, apenas querem ganhar dinheiro e se no final o FORMADO não vale nada isso já tem que ser a empresa que vai contratar que tem de avaliar. Outra situação que assisti, é que as raparigas que apresentam debilidade acabam por ser usadas pelos professores para obterem um melhor resultado em troca de favores sexuais. Aos rapazes são por valores monetarios. Depois nota-se que a maioria dos alunos ficam felizes quando o professor falta mas não dão conta que eles pagaram para ter aulas. Outra situação são os alunos que pagam e não comparecem mas no final passam sempre. PREJUDICADOS serão os proprios alunos que acham que tendo um canudo e vão ganhar muito devido a muitas empresas na area petrolifera dar indicações que quem tem formação superior ganha mais independentemente da função. O mais bonito é que um aluno que tenha efectuado IMIL por exemplo no futuro vai ganhar mais do que muitos engenheiros e doutores neste pais. É o mesmo que se passa em outros paises devido ao desiquelibrio de quantidades de pessoas con curso superior e cursos técnicos. Lembrem-se que os cursos que estão a efectuar nas universidades privadas, são apenas cursos que não requerem muito investimento. Medicina apenas existe na Universidade Agostinho Neto e Engenharia idem. Depois ainda teem coragem de Falar MAL do pais e do MPLA.
Anónimo : O QUE QUE COPI ARAM HOJE DOS JORNAIS OFIC IAIS BANDO DE TER RORI STAS;O PAIS DISSE,O JORNAL ANGOLA DISSE,O ANGOP DISSE E ASSIM QUE DEVIRIA TRAZER A NOTICIA NA SEGUNDA PESSOA SING/PLU
alooooooo : "Universidade para o Ingles ver" Nao percebi o titlo desde artigo. alguem pode me explicar?
Anónimo : tungueno kia tungueno
KotaFilipado (Existe univ Angolana aceitada internacionalmente? ): Meu caro leitor, se puder mencionar alguma universidade ou diploma de alguma escola angolana q e internacionalmente reconhecido/valido/aceitado...faria-me um grande favor...Pelo q sei, nem sequer as proprias univ do estado tem capacitadas para ministrar o q tem ministram... Claro, agora q todo mundo qr faturar do mesmo modo... o camoes no mundo dos cegos tornou-se Rei. Vamos deixar de apontar os dedos ao ensino privado, prk nenhum diploma angolano, incluindo os da univ Agostinho Neto sao reconhecidos pela Unesco, nao so pela incapacidade estrutural das escolas, mas 85% pelo indice de corupcao q existe no gov Angolano... Se e tao facil um estrangeiro ter passaporte angolano, nao cree q e mas facil ainda adquirir um diploma de onde qr q seja? Entao como exigir qualidade de ensino aos privados? Qdo a propria qualidade de ensino do estado anda de muletas? Como explica q para autorizar uma univ depende do concelho de ministros e nao do Ministerio da Educacao? Que pais e este?
oba : exercicio de discurso consiste escolher um proverbo ao azar e traçar uma estoria pessoal ou imaginaria a presentar na classe
Mfwa Nku Mputo : Univesidade Dr Savimbi o Miala, como ficar a cara do ZEDU.
anonimo (desconhecido): penso q falar ou criar universidades neste momento nao passa de (fashion) o quer dizer moda> mas se e por ai q vamos entao o q conta e o expoente maximo, quer isto dizer q a capital para os pagar,sem apontar dedo, universidade e sinonimo de de dezenvolvimento do povo e cultura em geral, e e preciso nao esquecer q so vem beneficiar os q nao estao carentes.sem mas de momento.
Prof. Martins (Nice): O treino leva a perfeicao e destresa, tal como para ultrapassar um obstaculo e necessario tomar balanco, mas este mesmo obtaculo e mais facilmente transposto se a pessoa que o tenciona transpor vier de uma certa distancia e nao se estiver encostada a essa mesma barreira, isto leva-me a questionar o porque de tantas autoproclamadas universidades em Angola quando nem sequer existe ainda um rigoroso e abrangente plano de educacao no ensino primario ou ate secundario, ter estatuto nunca foi nem sera sinonimo de ser-se competente.
Automóveis : Angola parece um carro acelerado sem controlo. Esteve parada muito tempo e agora circula a uma velocidade sem limites e tudo é permitido sem olhar às consequências da condução desenfreada. Isto pode dar num grande trambolhão. acidentes
gg : De manhã cedinho, o marido senta-se à mesa para tomar o café: — Ah! Nada como levantar, tomar um banho e fazer a barba! Me sinto dez anos mais jovem! E a mulher: — É mesmo, querido? Então por que você não experimenta tomar banho e fazer a barba antes de ir se deitar?
Anónimo : Universidade José Eduardo dos Santos!...Universidade Cavaco Silva, Mário Soares, Ramalho Eanes, António Spínola...Ao que Angola Chegou...
Mister do Bié : Em Maio Proximo Lancaremos a primeira pedra da Angola Universiy na cidade do Kuito- Provincia do Bié. Para mais informações o proximo Mês. Angola precida de Universidade com quanlidades.
Anónimo : Brincadeira, essas universidades por de trás das mesmas estão os tubarões que governam o país de forma desorientada, a universidade Gregório Semedo pertence ao compadre do Nandó e Belas pertence a família JES. mas agora pergunta-se, o que é que se aprende nestas universidades? qual é o impactos das mesmas no seio da sociedade? «RETÓRICA»
Anita (Bailundo): O cancro desse processo todo está na própria Secretária de Estado do Ensino Superior que já começou a receber GASOSA para abrir universidades e calar a boca, quando as mesmas trabalham mal.Não admira, portanto, que daqui a anos tenhamos 1000 universidades privadas que não passarão de um ensino médio em ponto grande como a própia Agostinho Neto.
Anónimo : Tambem tenho o mesmo projeito da fazer uma Univesidade em luanda, esta pagar bem este negocio
"Universidades" de Lata!!! : So aqueles que nunca viram uma Universidade( de VERDADE) aceita gastar dinheiro nestas brincadeiras. Como e possivel chamar-se universidade sem qualquer sitio cientifico. As universdiades dos outros paises sao centros de investigacao cientifica. As nossas "universidades" sao centros de MEMORIZACAO de teorias discobertas nas verdadeiras universidades.
Sylvan Costa (Luanda): Atencao, a dificuldade e desordem que se regista na universidade publica quanto ao engresso e mesmo funcionamento tbm esta na base do surgimento e sobrevivencia destes "focos" estudantis.
FESTA (NDALATANDO): isto etriste porque em angola nao ha bom esino,estas mosas,estam,ver passam,avida anamorar,com os professores para comprar as notas e numca vam afrente.
Anónimo : Uma das mais lastimáveis, e isto apesar da parte de leão de recursos financeiros, é a universidade agostinho neto. Que tal convertê-la em UJES. Julgo que iria melhorar.
Anónimo : Lugundai ve se aprendes a escrever primeiro!! So depois pensa na Universidade..
Lungundai (Luanda): E uma pena que tudo isso esta so em Luanda quando outras provincias tambem poderiam ter, Ai esta o porque da sentralizacao das coisa... Isso faz com que os provinciano tambem vem a Luanda estudar e ai ta a esplicacao do agumeramento de pessoas na capital...
treta : Estas universidades são uma grande treta. Só ensinam coisas fáceis e sem interesse prático, como gestão, economia, direito, e outras coisas de garganta. E os cursos que precisamos como engenharia e medicina a sério onde estão?
Anónimo : com estas universidades é que vamos tirar os expatriados de angola?? poupem-me... ao invez de ingressarem numa destas, comprem um bilhete de aviao e vao estudar nos stats ou na europa ai sim vao receber formação que valha a pena
DISILA JOSE EM BRUXELAS (TANTAS UNIVERSIDADES , MAS A QUALIDADE DE PROF): Acredito que com dinheiro, um individuo pode conseguir criar uma universidade. Mas ter installaçôes para efeito nâo basta e nâo custa. Ter estudantes, nâo custa numa Angola em crise do ensinamento. O que custa é TER UM CORPO DOCENTE CAPACITADO PARA O EFFEITO. näo é que uma universidade deve funcionar com docentes LICENCIADOS, mas sim, devem ter "DOUTORES" na materia. QUALIDADE NAO E QUANTIDADE.
Luena (moxico): Carissimos, a proliferação de universidades em Luanda é alermante, mais não se esqueçam de quem são estas universidades. De quem é gregorio semedo, de que é a independente? e muito mais, é tudo deles. Os mesmos que estam metidos contantemente nas sessões de conselho de ministros, e tudo porque Angola é mesmo assim, assim, assim. Onde ninguem exige nada de ninguem, onde quem é mais vivo rouba do menos e assim em diante. Observem feliz ou infelizmente Cacuaco, não possue nenhuma, talves porque lá vivem os menos assimilados de Luanda, os mais pobres, porque terra para se erguer uma universidade ainda que privada não falta, ao em vez de anexar uyniversidades a estruturas residuas da era colonial como acontece com algumas.
Anónimo : Angola necessita de quadros porque que nao abrem um sessao Full Time Equivalent para obtençao de license em 8 meses ou mesmo em 2 anos desta forma desengorjam os bancos universitarios e com profissionalismos para uma lisensa de linguas nao sao necessario 2 ou tres anos de estudos para que os estudantes atinjam o nivel universitario eu digo isto por experiencia
anonimo : acho mto bem verem este assunto porque os alunos da faculdade gregorio semedo enfrentam um problema, por incompetencia dos funcionarios da secretaria,pois iniciaram as aulas e nao conseguiram fazer a inscriçao até agora. como se trabalha assim?nao é só receberem propinas tem que primar tbém pela qualidade de prestaçao de serviços. O dinheiro custa ganhar para a maioria das pessoas.Os funcionarios tbém tem que ser capacitados para os devidos efeitos.
Anónimo : Tudo isso e fixe...porque ajuda o desenvolvimento de um pais...e ANGOLA necessita disso...mas, revenha os precos dessa universities....a LUSIADAS entao nao se fala mais...e so dos TUBAROES...nos CABUNHA e so no UPRA e as Aguas...Caminhos todos feridos pelas chuvas de Abril...nao Imagino de em Junho Chovesse?...Desgraca
Luareco (Ao MATUBA): Olha Matuba. Mangolés genuínas como tu tanto gostas. Por acaso, essas da foto são bem mboas. Quanto a notícia em si, posso imaginar a qualidade do ensino dessas universidades privadas. Se no tempo em que estive 2 anos na UAN foi um circo (falta de professores, falta de laboratórios, falta de computadores) imagino como será nessas verdadeiras universidades da "katambor".
ia (Brasil): Do mesmo jeito que surge novas universidades privadas não legalizadas por corrupção de muitos incopentencias de outros...Estas mesmas universidades estão a colocar profissionais mal qualificados como alguns politicos que deixam elas começar a funcionar.Assim deixando o país cada vez com especialistas em corrupção como muitos politicos....
Kota (Memorias Angola): Muito bem mas terão essas universidades capacidade para ensinar as matérias respectivas para que foram criadas? Creio bem que não e sobretudo as particulares cujos professores são alguns em "partime" das universidades do estado. É bom que o estado fiscalize essas universidades para ver se as matérias estão a ser dadas por pessoal credenciado para que não sejam formados "incompetentes" e ainda por cima pagando uma "pipa" de massa!