O circuito obscuro de obtenção da nacionalidade angolana em Cabinda!
27-08-2009 | Fonte: TPA
Cidadãos provenientes de várias partes do continente africano, estão a fixar-se ilegalmente na Província de Cabinda, e posteriormente a adquirirem de forma obscura a nacionalidade angolana, segundo depoimentos dos próprios infractores.

Para tal, recorrem as conservatórias dos Municípios do Interior, a fim de fazerem de forma corrupta o registo civil, e posterior obtenção do assento de nascimento, Bilhete de Identidade e Passaporte de cidadãos angolano.

“Nós conversamos com os funcionários, e eles dizem para dar alguma coisa, para se obter o documento, eu por exemplo, dei Dez Mil Kwanzas, para o Bilhete de identidade”, disse o imigrante ilegal Massiala Ntoane, a Reportagem da TPA.

Depois da aquisição do Bilhete de Identidade, estes cidadãos empenham-se para obter o Passaporte de cidadão angolano, a fim de imigrar para o continente europeu.

Entretanto, dados fornecidos pelo Conservador da Comarca de Cabinda, contrariam esta prática, avançando que, dos mais de 100 registos efectuados por dia, é difícil existir um caso ilegal de registo, sem provas.

O Conservador Simba Gime, concluiu que, estes factos devem ser tratados com provas reais, porque muita das vezes têm haver com difamação.

De notar que, estes cidadãos são maioritariamente provenientes da República Democrática do Congo, RDC.
 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação