Retirada de americanos de Angola é temporária
28-04-2020 | Fonte: Jornal de Angola

O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, disse, ontem, que a retirada de cidadãos norte-americanos de Angola e outros países africanos será temporária, asse- gurando que os EUA vão trabalhar com parceiros na região para fazer a economia regressar ao normal.
 
Numa entrevista telefónica à Lusa sobre o impacto da Covid-19 nos investimentos petrolíferos norte-americanos em África, face à retirada de cidadãos, em particular de Angola, um dos principais produtores da região, Mike Pompeo adiantou que a expectativa é que regressem logo que seja possível.
 
“Na maioria dos casos, as companhias estão a fazer isso de forma temporária e têm todas as expectativas que as pessoas vão voltar”, declarou.
 
Entre estas está a americana Chevron, que já retirou de Angola muitos dos seus trabalhadores, em voos fretados. Várias petrolíferas estão a sus- pender ou reduzir as operações devido à pandemia.
 
O secretário de Estado dos EUA disse que cabe a cada país e às empresas tomarem
decisões sobre os projectos e a sua calendarização, acrescentando que os repatria- mentos foram concebidos para ter a certeza de que eram trazidos de volta os cidadãos norte-americanos que que- riam regressar a casa durante a pandemia global. Destacou, por outro lado, o impacto que o novo coronavírus tem tido no sector do petróleo.
 
“Este vírus que começou em Wuhan, na China, causou um declínio enorme da procura de produtos petrolíferos, nunca houve um declínio tão rápido”, salientou, adiantando que os EUA querem “trabalhar” com os parceiros africanos para “levar a economia global de volta para onde estava”, o que irá gerar empregoeriquezaeredinamizar a procura mundial.
 
“Quando essas oportunidades acontecerem, teremos a economia global de volta ao que era e, com certeza, muitas das pessoas que regressaram a casa, temporariamente, em todo o mundo irão voltar onde estavam antes da pandemia as ter atingido”, considerou.
 
Numa entrevista por telefone, a partir de Washington, o chefe da diplomacia norte-
americana recordou a visita recente a África, que incluiu Angola no roteiro para reforçar a cooperação com os parceiros africanos, garantindo que nenhum país fez tanto por este continente.
 
O Departamento de Estado dos EUA coordenou o repatriamento de 67.448 norte-ame- ricanosem716voosde124países e territórios, incluindo cerca de 10 mil em África. De Angola foram retirados 290 cidadãos norte-americanos, de Cabo Verde 381 e de Moçambique 169, segundo informações da página do Departamento de Estado actualizadas a 24 de Abril.
 
Alívio da dívida
 
Mike Pompeo disse que os Estados Unidos são favoráveis ao alívio da dívida dos países africanos mais pobres, instando a que façam o mesmo apelo à China. Mike Pompeo defendeu que os países africanos devem pedir à China um alívio da dívida contraída no âmbito de “acordos com termos extremamente onerosos” e que “vão ter impacto sobre os africanos durante muito tempo”, um alívio que “não está ainda garantido”.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação