Seguradora com receitas na ordem dos 19 mil milhões de kwanzas
03-06-2020 | Fonte: Lusa

A Nossa Seguros emitiu prémios brutos no valor de 19 mil milhões e 110 milhões e 223 mil kwanzas, em 2019, tendo observado um aumento de 61%, com todos os ramos em crescimento.

A empresa, que tem sido “bastante” rentável, de acordo com o seu presidente da Comissão Executiva (CEO), Alexandre Carreira, registou aumento de prémios brutos na ordem dos sete mil milhões 253 milhões e 445 mil kwanzas se comparado com dados de 2018, que foi de 11 mil milhões 856 milhões e 778 mil kwanzas.

Ainda no exercício de 2019, a seguradora teve um resultado líquido cifrado em quatro mil milhões 100 milhões e 176 mil kwanzas contra dos dois mil milhões 68 milhões 74 mil de 2018, de acordo com dados do relatório e contas de 2019 da referida seguradora apresentado nesta terça-feira, em videoconferência a imprensa.

O retorno dos capitais próprios teve uma taxa de 58% contra 47% do ano em 2018. Pertencente ao grupo financeiro do Banco Angolano de Investimento (BAI), os capitais próprios da Nossa Seguros estiveram na ordem dos oito mil milhões 919 milhões 928 mil kwanzas, contra os cinco mil milhões 279 milhões 256 mil kwanzas de 2018, um aumento de cerca quatro mil milhões de kwanzas. O activo líquido foi cifrado em 36 mil milhões 597 milhões e 967 mil kwanzas contra os 25 mil milhões 50 milhões e 141 mil kwanzas do ano em comparação.

O documento apresenta ainda a margem de solvência e cobertura das previsões técnicas líquidas que foram fixadas em 14 mil milhões 894 milhões e 316 mil kwanzas, um aumento de 221%, valor percentual acima do limite exigido pelo regulador, a ARSEG -Agência Angolana de Regulação e Supervisão de Seguro. Na quarta posição na lista das 28 seguradoras controladas no mercado nacional, a Nossa Seguros viu a sua quota aumentar em 2%, em 2019.

Com base dos dados publicados pela ASAN- Associação das Seguradoras de Angola, relativamente a evolução dos prêmios, a Nossa Seguros observou ainda, no período em balanço, um crescimento de 61%, enquanto o mercado nacional de seguros registou no seu todo 34%.

Quanto a evolução dos prémios por ramos, o ramo acidente de trabalho observou um aumento de 82%, num valor correspondente a mil milhões 970 milhões e 123 mil kwanzas, seguido do ramo vida com 79% (946 milhões e 041 mil kwanzas), doença com 72% ( seis mil milhões 913 milhões 834 mil kwanzas), transportes 93% ( mil milhões 229 milhões e 553 mil), entre outros ramos, como petroquímica viagens e incêndio.

Apesar do negócio ter registado crescimento considerado “significativo”, a seguradora teve custos com sinistros no valor de cinco mil milhões 295 milhões e 232 mil kwanzas, montante quase igual gasto em 2018, que foi de cinco mil milhões 295 milhões e 532 mil kwanzas.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação