Internautas aplaudem show live de semba
29-06-2020 | Fonte: Angop

O show live "3G do Semba", realizado este domingo, em Portugal, para acudir crianças com paralisia cerebral, continua a merecer aplausos da sociedade angolana.

O espectáculo, que juntou no mesmo palco os músicos Bonga, Paulo Flores e Yuri da Cunha, visou arrecadar apoios para as crianças controladas pela Fundação Ana Carolina.

Com duração de três horas, foi transmitido em directo pela Televisão Pública de Angola (TPA) e em várias plataformas digitais, reunindo, à distância, milhares de amantes do semba. A

propósito, agentes culturais (músicos) e governantes usaram as suas contas nas redes sociais para exteriorizar a satisfação pela actuação dos três artistas. Em vários textos, figuras públicas consideram que o concerto destacou-se pelos aspectos técnicos.

Sublinham, a respeito, o guião escolhido e a interação/empatia entre instrumentistas e os músicos em palco. O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, felicitou, na sua conta, a TPA e os seus parceiros pela aposta nesse concerto. "Parabéns à TPA e aos seus parceiros", escreveu, parafraseando o poeta angolano António Agostinho Neto "A cultura fortalece a Nação, Mais cultura mais Angola".

Quem também não ficou indiferente ao momento protagonizado pelos três "gigantes" do semba foi o músico Big Nelo. "Melhor não podia ser", escreveu. "Viva o semba, viva Angola", assim reagiu a cantora Eva Rap Diva. O músico Rey Webba comentou no Facebook "A música uniu a Nação", enquanto o governador do Uíge, Sérgio Rescova, destacou "O show ultrapassou as expectativas". "Nota mil", escreveu o político.

Já o jornalista Carlos Miranda, num post no facebook, lança um apelo para que os três possam juntar-se, novamente, no dia da Dipanda, no Estádio Nacional 11 de Novembro.

"Ontem, os três confirmaram que a monarquia está instalada no semba, puro e duro", escreveu. Do vasto repertório apresentado domingo, destacam-se temas como "Olhos Molhados", "Minha Velha", "Poema do Semba", "Kamakove", "Jingonça", "Mulemba Xa Ngola", "Macumba" e "Kuma Kuakie".

O trio cantou, igualmente, entre outros, "E Tudo Mudou", "Inocente", "Coração Farrapo" e "Marimbondo", bem como canções do músico Alberto Teta Lando (homenageado).

Além dos cantores, deram corpo ao "3G do Semba" instrumentistas como Betinho Feijó, Ximbinha, Carlitos Chiemba, Manecas Costa, Kyari Flores, Ciro Bertini, Gildo Umba, Mayo, Galiano, entre outros executantes. Esta foi a primeira vez que Bonga, Paulo Flores e Yuri da Cunha dividiram um palco para um show reservado aos 3G, assistido por milhares de amantes do semba em Angola e na diáspora.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação