Clube Naval aguarda autorização sanitária
01-07-2020 | Fonte: Jornal de Angola

A direcção do Clube Naval de Luanda (CNL) aguarda pelas orientações das autoridades sanitárias para realização de testes, depois de confirmado o primeiro caso positivo da Covid-19. Trata-se de um funcionário do restaurante dentro das instalações da agremiação, entregue à gestão privada.
 
O facto foi confirmado à imprensa pelo director executivo, Mauro da Rosa.

Nesse momento, os demais funcionários encontram-se a cumprir a quarentena domiciliar, enquanto aguardam as directrizes para a realização de testes.

“Confirmamos a existência de um caso positivo. Trata-se de um funcionário do restaurante e algumas medidas já foram tomadas. Recebemos a visita de agentes da Polícia Nacional e pediram-nos para aguardar até que as autoridades sanitárias entrem em contacto para darem informações específicas so-bre o que fazer nos próximos dias”, disse.

Uma equipa de profissionais vai garantir a desinfestação das instalações. Como medidas cautelares, a direcção do Clube Naval de Luanda reduziu o fluxo do pessoal administrativo a funcionar diariamente, avançou Mauro da Rosa.

Recorde-se que a direcção da Federação Angolana de Desportos Náuticos (FADEN) decidiu dar por terminada a época 2019/2020 em finais de Maio último, após a reunião de emergência. Os resultados desportivos obtidos foram considerados e não sofreu a contestação dos associados.

Apesar de o Decreto Presidencial permitir a reabertura de actividades desportivas federadas desde 27 do Junho último, o presidente do Conselho Técnico do CNL, Nuno Gomes Nuno Gomes, considera ser prematuro: “no meu entender, devia-se estender mais o prazo (autorizado), pois se assiste ao aumento de contágios e não sabemos até que ponto as pessoas vão cumprir com as medidas”.
 

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação