Luísa Damião exorta académicos aprofundar estudo sobre Neto
18-09-2020 | Fonte: Angop

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, exortou, nesta quinta-feira, em Luanda, os académicos a aprofundar os estudos sobre a dimensão histórica, cultural e política de Agostinho Neto.

Luísa Damião fez este pronunciamento à imprensa num acto político alusivo ao 17 de Setembro, Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional, instituído em homenagem a António Agostinho Neto, que a 11 de Novembro de 1975, proclamou a independência de Angola.

Para a vice-presidente do MPLA, as ideias e as preocupações de Agostinho Neto continuam actuais, quando afirmou que “o mais importante é resolver os problemas do povo”, por isso cada angolano deve contribuir para o desenvolvimento do país.

Lembrou que o Presidente Agostinho Neto era humanista e comprometido com a causa do seu povo, de África e do mundo, em defesa dos seus direitos fundamentais. Referiu que Agostinho Neto valorizava a educação, a agricultura, com a base económica, e a indústria como factor decisivo.

"Devemos honrar todos os dias a memória do estadista que foi Agostinho Neto, homem de cultura, profundamente comprometido com os anseios dos angolanos e que deixa um grande legado para as novas gerações", realçou Luísa Damião. Agostinho Neto nasceu a 17 de Setembro de 1922, em Caxicane, município Icolo e Bengo, de Luanda e faleceu a 10 de Setembro de 1979, em Moscovo, antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação