Banco Económico e Standard Chartered não cumprem prazos do banco central
30-11-2020 | Fonte: Expansão

Os bancos Económico (BE) e o Standard Chartered de Angola (SCBA) não divulgaram os balancetes referentes ao terceiro trimestre deste ano, o que viola as regras do Banco Nacional de Angola (BNA) que manda que as instituições bancárias o façam até 45 dias após o término do respectivo trimestre.
 
Até esta quarta-feira, dia 25, os bancos já estavam 10 dias fora do período regulamentar para a publicação das contas referentes ao terceiro trimestre, e a mais dois meses do período regulamentar para a publicação das contas do segundo trimestre, que também não está disponível no site de ambos os bancos.
 
O Banco Económico é reincidente na prática da não divulgação de contas. O último balancete publicado no site do ex-BESA remonta ao III trimestre de 2019. O próprio relatório e contas daquele ano também ainda não está disponível.
 
Assim, pouco ou nada se sabe sobre a situação deste banco em que o accionista maioritário é a Sonangol (70,38%), que estava obrigado a um aumento de capital de mais de 400 mil milhões Kz até Junho deste ano. Só se sabe o que o governador do banco central, José Massano, disse em Outubro em entrevista ao Expansão, em que o BNA concedeu uma "moratória" que permite empurrar a esse aumento de capital para o próximo ano, no âmbito de um novo plano de reestruturação que o banco central ainda estava a estudar.
 
O Expansão solicitou esclarecimentos quer ao Banco Económico quer ao Standard Bank sobre porque têm as contas atrasadas, mas não obteve resposta.
 

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação