Angola Cables desmente instalação de novo cabo submarino Fortaleza-Luanda, mas governo do Ceará confirma
19-02-2021 | Fonte: Angola Cables / Diário do Nordeste

A notícia veiculada pelo jornal Diário do Nordeste no Brasil, com referência de que a Angola Cables iria instalar um novo cabo entre Angola e Fortaleza no Brasil é falsa, especulativa e baseada em fake news retiradas de fontes que não são fidedignas, revela uma nota enviada pela Angola Cables.

A empresa dá a conhecer que contactou o jornal brasileiro informando de que não foi esse o conteúdo da reunião com o Governo do Ceará e por isso não suporta qualquer notícia nem qualquer meio que informe com conteúdos dessa natureza.

Entretanto, o Diário do Nordeste publicou na sua edição desta sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021, a  mensagem que o o secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, Maia Júnior, transmitiu aos responsáveis da Angola Cables.

“Caro Angelo Gama:  

“Gostaria de esclarecer que as informações sobre o novo cabo submarino ligando Luanda a Fortaleza, bem como o investimento de R$ 12 milhões para a ampliação do Data Center, foram tratadas em nossa reunião de ontem sem pedido de resguardo de sigilo. Portanto, de boa fé, foram repassadas ao jornalista Egídio Serpa.

“Ratifico que o Governo do Estado do Ceará preza pelo bom relacionamento com as empresas, respeita suas estratégias de negócios mas também considera importante ser transparente e informar aos cidadãos sobre projetos e investimentos no estado.

“Soube pelo e-mail do sr. Samuel Carvalho que a notícia causou constrangimento à empresa. Por isso considero importante o contato direto com vossa senhoria para esclarecimentos sobre este assunto. “Cordialmente, Maia Júnior.”

A Angola Cables é uma multinacional do sector das TIC´s com soluções diferenciadas de conectividade para o segmento wholesale e corporate. Com uma infraestrutura de transporte robusta e rede IP altamente interconectada a Angola Cables providencia acesso aos maiores IXP´s, Operadores Tier I e Provedores de conteúdos globais. Através dos sistemas de cabos submarinos SACS, Monet e WACS conectamos as Américas, África e Europa assegurando ligações para a Ásia via parceiros. É a empresa gestora do Data Center Tier III AngoNAP Fortaleza (Brasil) e o AngoNAP Luanda (Angola) bem como, o PIX e o Angonix, um dos maiores Internet Exchange Points de África. Providencia serviços digitais para múltiplas indústrias e uma oferta customizada em recursos de cloud e gaming.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação