Ex-combatentes suspendem manifestação face a "resposta positiva" do Governo
19-02-2021 | Fonte: Lusa

A Associação dos Oficiais, Generais, Superiores, Capitães e Subalternos Reformados de Angola suspendeu a manifestação prevista para sábado, para exigir o pagamento de dívidas, após ter obtido "uma resposta positiva" do Governo face às reivindicações. "A manifestação está suspensa.

Reunimos na quinta-feira com o ministro da Defesa que nos deu uma resposta positiva", disse à Lusa o presidente da associação, José Alberto Nelson "Limukeno". "Neste sentido, tendo em conta a resposta que foi dada e a posição do Ministério da Defesa e do executivo angolano, já não temos razões para sair amanhã à rua", acrescentou.

Segundo o responsável, o Governo "disse que o problema vai resolver-se" e prometeu pagar metade da dívida, de forma faseada, e repor os subsídios de empregada doméstica. Os antigos combatentes reclamam o pagamento de uma dívida que se acumula desde 2009 e queixam-se de lhes terem sido retirados subsídios e direitos adquiridos. A dívida está avaliada em 130 mil milhões de kwanzas (164 milhões de euros).

Num documento divulgado em 09 de fevereiro, convocando o protesto, os ex-militares afirmavam ter sido arrastados para "a desgraça" e estarem a viver numa "pobreza extrema".

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação