Benguela regista dois mil casos e cinco mortes por malária por dia
07-06-2021 | Fonte: Observador

Devido ao surto de malária que está a assolar a província de Benguela, as unidades sanitárias estão com uma taxa de ocupação três vezes acima da capacidade. Há um óbito em cada 400 casos.

Segundo o diretor provincial da Saúde de Benguela, António Manuel Cabinda, o município mais afetado é o Lobito, onde está prevista para esta segunda-feira uma megacampanha de fumigação.

Manuel Cabinda disse que devido à situação, as unidades sanitárias estão a registar enchentes, sobretudo a nível dos serviços pediátricos, com uma taxa de ocupação três vezes acima da sua capacidade. 

“A província de Benguela está a viver um surto de malária e dengue, em malária a província está com uma média de 2.000 casos por dia e tem estado a registar um óbito em cada 400 casos diagnosticados”, afirmou o responsável sanitário em declarações à Rádio Nacional de Angola.

Por sua vez, o diretor clínico do Hospital Municipal de Benguela, Luís Vieira, sem referir a que período, lamentou a morte de 14 pacientes, dos quais 12 crianças, até aos 14 anos, por malária.

Luís Vieira manifestou-se ainda preocupado com o número insuficiente de enfermeiros para responder à demanda atual.

“É muito difícil pelo número de doentes que se tem agora, um ou dois enfermeiros, é impossível”, frisou.

A malária, doença endémica em Angola, é a primeira causa de morte, de internamento e abstenção laboral e escolar no país.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação