Covid-19: Medidas em vigor vão manter-se durante os próximos 30 dias
07-06-2021 | Fonte: Novo Jornal

O Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, anunciou esta segunda-feira, durante a conferência de imprensa da Comissão Multissectorial de Combate à Covid-19 no País, que as medidas em vigor vão manter-se durante os próximos 30 dias.

As novas regras entram em vigor na quarta-feira, e as restrições e multas para quem prevaricar são praticamente as mesmas. A cerca sanitária sobre Luanda também continua por mais um mês.

A multa para quem não respeite a obrigatoriedade do uso de máscara facial na via pública, nos espaços fechados, nos mercados, nos transportes colectivos varia entre 15 a 20 mil kwanzas.

A "recomendação" de recolhimento domiciliar entre as 22h e as 05:00 da manhã também se mantém.

Uma das novidades trazidas por Adão de Almeida diz respeito à comparticipação, pelos cidadãos, dos testes de covid-19 quando se trata de uma decisão individual, como por exemplo, em caso de viagens internacionais ou a partir de e para Luanda. A regularidade dos voos mantém-se, quer no que respeita aos voos internacionais, que no que respeita aos voos internos. Continua também a proibição de entrada no País de cidadãos provenientes do Brasil e da Índia.

Na administração pública, a força de trabalho presencial continua reduzida a 50%, enquanto nas instituições privadas se mantém reduzida a 75%.

A prática desportiva individual e de lazer em espaços abertos é permitida todos os dias, mas entre as 05:00 e as 07:00 e as 17:00 e as 19:00. A violação desta medida está também sujeita a uma coima.

Os praticantes ficam desobrigados do uso de máscara facial durante a realização de actividades individuais. É, no entanto, proibida a prática desportiva individual que agrupe mais do que cinco pessoas. Os ginásiuos que funcionarem em espaço fechado deverão manter-se encerrados.

A interdição do acesso às praias mantém-se.

O comércio passa a encerrar às 18:00, reduzindo para 50% a força de trabalho, em Luanda, onde se mantém a cerca sanitária. Já os restaurantes e similares vão funcionar de segunda a sexta, até às 18:00, apenas o serviço de "take away" poderá prolongar-se até às 22:00, durante a semana, e até às 20 horas, no fim-de-semana.

É "expressamente proibida a instalação de pistas de dança", lembrou ainda Adão de Almeida.

Qualquer violação destas medidas implica uma multa que pode ir de 350 a 450 mil kwanzas e levar ao encerramento temporário dos espaços por um período de 30 a 90 dias.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação