Governadora de Luanda quer mais participação
03-07-2021 | Fonte: Novo Jornal

A nova governadora provincial de Luanda, Ana Paula de Carvalho, assegurou ontem que pretende implementar uma governação mais participativa e de aproximação dos serviços às populações, colocando-os num regime de prontidão para responder de forma eficaz aos anseios da sociedade.

Ana Paula de Carvalho, que falava por ocasião da cerimónia de passagem de pastas, considerou importante o reforço dos mecanismos de participação da população na vida pública, por formas a que todos possam participar na identificação das maiores preocupações do cidadão como um todo e colaborarem para sua resolução.
A nova governadora, para quem o actual momento que o país vive, com a crise financeira agravada pela pandemia da Covid-19, cria enormes desafios económicos a todo o modelo de governação.

Para a governadora, a saúde, saneamento público, resíduos sólidos e as doenças causadas pela ineficácia desses, fazem parte das maiores reclamações da população de Luanda. À essas, associou, também, o ensino, serviços públicos, estradas, habitação, emprego, entre outras, suas grandes prioridades.

Ana Paula de Carvalho reconheceu o quão exigente é liderar uma província e, no limite das suas capacidades, avançou que envidará esforços e, com o apoio de todos, fazer com que a cidade capital seja uma referência no que diz respeito à governação e ao bem-estar do cidadão. 

A governante assegurou que pretende que, de forma afincada, trabalhar em prioridades a curto, médio e longo prazos, destacando o problema dos resíduos sólidos e da macro-drenagem.

O ministro da Administração do Território, Marcí Lopes, dedicou sucessos e muitos êxitos à governadora. "Conte sempre com apoio dos seus colaboradores para a resolução das várias preocupações que afligem os munícipes de Luanda”. 

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação