Vera Daves eleita melhor ministro das Finanças africano pela The Banker
21-01-2023 | Fonte: The Banker / O Telegrama

Vera Daves de Sousa, 39 anos, foi eleita pela "The Banker", pertencente ao jornal Financial Times. Os prémios Banker 's Finance Minister of the Year 2023 distinguem os funcionários de topo que melhor conseguiram estimular o crescimento e estabilizar sua economia.

O prémio anual de melhor ministro das Finanças africano de 2023 da revista financeira britânica foi atribuído à angolana Vera Esperança dos Santos Daves de Sousa. De acordo com a “The Banker”, a ministra das Finanças de Angola foi distinguida pelos seus esforços em “estimular o crescimento e estabilizar a economia”.

“Vera Daves de Sousa tem sido o rosto do programa de reforma económica do país desde que se tornou a primeira mulher ministra das Finanças em 2019. A defesa desta agenda face a obstáculos significativos levou-a a ser premiada com o prémio The Banker ‘s African and Global Finance of Minister do ano 2023”, escreve a publicação.

A prestigiada revista britânica considera que, “embora os preços mais altos do petróleo tenham ajudado o país a sair da recessão em 2021”, o FMI reconheceu a contribuição e “forte compromisso do governo com reformas críticas, embora difíceis”, que incluíram uma reestruturação do sector petrolífero, a mudança para uma economia, taxa de câmbio flexível, a introdução do imposto sobre valor agregado e uma redução do déficit fiscal não petrolífero do país de mais de 50%, em 2012, para 7,1%, em 2021.

Acrescenta ainda que, “sob sua gestão, o perfil económico de Angola melhorou significativamente, com a dívida pública do país caindo de 131% do produto interno bruto em 2020 para 66% em 2022.” A par das reformas económicas, a “The Banker” escreve que “em 2022, a crescente atracção do perfil da dívida soberana de Angola fez com que o país voltasse ao mercado internacional de capitais”, após mais de 2 anos de ausência, tendo, nesta ocasião, “emitido 1,75 mil milhões em Eurobonds.”

No raking de melhores ministros das Finanças do Ano 2023, foram também indicado Marcelo Montenegro, da Bolívia, como melhor ministro das Américas; pela Europa a distinção recaiu sobre o ministro das finanças da Grecia, Christos Staikouras, da Ásia-Pacífico foi galardoado o tailandês Arkhom Termpittayapaisith, ao passo que pelo Oriente Médio foi eleito Sultan bin Salem al-Habsi, de Omã, o pequeno país situado na costa sudeste da Península Arábica.

Num depoimento à publicação, Vera Daves de Sousa disse: “É muito importante este olhar positivo para Angola, numa altura em que ainda temos muitos desafios pela frente, como o crescimento sustentável da nossa economia e a criação consistente de emprego. É um incentivo para continuarmos no nosso rumo, em defesa das condições de vida e de um futuro próspero para todos os angolanos.”

Este é o segundo prémio atribuído à jovem ministra das Finanças do governo de João Lourenço. No ano passado, Vera Daves de Sousa foi distinguida pelo African Banker Awards, pertencente ao BAD, Banco de Desenvolvimento Africano.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação