TAAG: Voos entre Luanda e Malabo iniciam em breve
25-05-2023 | Fonte: RNA

O Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola na República da Guiné Equatorial, António Luvualu de Carvalho, deslocou-se esta terça-feira ao Palácio do Povo em Malabo, onde foi recebido em audiência pelo Vice Presidente daquele país, Teodoro Nguema Obiang Mangue, para uma audiência de Fim de Missão.

O diplomata angolano que encontra-se de saída da República da Guiné Equatorial, aproveitou o encontro para agradecer às autoridades locais, pelo trabalho conjunto desenvolvido durante os quatro anos que esteve acreditado junto do Governo de Malabo.

Na ocasião, o Vice Presidente da República da Guiné Equatorial, agradeceu à Angola pela “Excelente cooperação bilateral” existente entre os dois países e povos, com particular destaque para a estreita cooperação na CPLP, Comissão do Golfo da Guiné, na Comunidade Económica dos Estados da África Central CEEAC, bem como na União Africana e na Organização das Nações Unidas, ONU.

No que diz respeito à cooperação bilateral, o Vice Presidente da República da Guiné Equatorial deu nota que o seu Governo encara a cooperação com Angola como “prioritária” e já aprovou o início dos vôos da TAAG à Malabo, tanto em ligações regionais ou internacionais.

Para o Governo de Malabo, o início dos vôos da TAAG à Malabo, representará uma mais valia à todos os níveis, pois, permitirá uma ligação directa da África Central com a África Austral, tanto para efeitos de turismo, como para dinamização do sector empresarial, à nível bilateral ou à escala continental, no âmbito da Zona de Comércio Livre Continental Africana (AfCFTA).

Em resposta, o Embaixador de Angola em fim de Missão, informou as autoridades da República da Guiné Equatorial que o processo negocial encontra-se “bem encaminhado” e que durante esta semana, deverá deslocar-se à Malabo uma Delegação da TAAG, para dar continuidade ao processo de negociação à nível de especialidade.

Angola e a Guiné Equatorial, firmaram entre 2006 e 2007, dez acordos de Cooperação Bilateral, que entraram em vigor em Janeiro de 2020, e que são a base das relações entre os dois países, nomeadamente nos domínios da Defesa, Educação e Formação, Comércio, Isenção de Vistos em Passaportes Diplomáticos e de Serviço, Pescas, Obras Públicas e Construção, Cultura, Transportes Aéreos, Petróleos e Segurança e Ordem Pública.

 
Comentários
Quer Comentar?
Nome E-mail ou Localização
Comentário
Aceito as Regras de Participação